Ex-campeão visita Palmeiras, ressalta espírito do time e revela conquista mais importante pelo Verdão

César Sampaio- Foto: Verdão Web

O Palmeiras recebeu uma visita ilustre e especial na última semana. trata-se do ex-volante do time bicampeão paulista e do brasileirão, em 1993/1994. Eterno ídolo da torcida do Verdão, campeão da Libertadores de 1999 e torcedor declarado do clube, César Sampaio pôde passar sua experiência e sentir o clima do grupo do Palmeiras, líder a 20 rodadas no Brasileirão de 2016.

Leia mais:

JUCA KFOURI LIMITA PALMEIRAS E FLAMENGO NA DISPUTA PELO TÍTULO DO BRASILEIRÃO
OPINIÃO- ERA AMÉRICA-MG MAS O PALMEIRAS GANHOU COMO LÍDER E FUTURO CAMPEÃO

 

 

“Pude ver a harmonia do grupo, uma atmosfera muito boa, de união e comprometimento. Tem alguns gestos que são simbólicos. Para nós, que já jogamos futebol, é nítido. Quando sai um gol, o banco de reservas inteiro corre para comemorar. Isso é espírito de solidariedade. Deu para ver que o grupo está fechado em prol dessa conquista que pode surgir. O Palmeiras tem feito por merecer essa campanha”, destacou.

O eterno ídolo da torcida do Palmeiras ainda deu conselhos aos jogadores do elenco atual e revelou gostar do que viu no grupo Alviverde. César Sampaio ressaltou o momento que o clube vive e o que é preciso para manter o foco.

“Esse momento na liderança é muito importante, requer muita prudência. Na posição atual, o Palmeiras é referência, é o time a ser batido. Todos vão jogar a vida contra a equipe, por isso é preciso estar atento a todos os fatores, como coesão de grupo, equilíbrio emocional, nível de concentração… Eu conversei com o Cuca, com Alecsandro, Zé Roberto, Gabriel, Jaílson… Eles estão muito centrados, muito confiantes.”

O ex-volante será atração da “Casa Palmeiras”, evento que reúne torcedores e um ídolo do passado para ver os jogos do Verdão. Dessa vez,  dia 16 de outubro, no Cochabamba Bar, em Jundiaí (SP), o ídolo e os demais assistirão à partida contra o Figueirense, em Florianópolis-SC, às 17h. Sampaio jogou pelos quatro grandes de São Paulo mas brinca ao dizer qual time mais se identifica.

Apesar de eu ter jogado pelos quatro grandes de São Paulo, minha imagem está totalmente atrelada ao Palmeiras, pelas conquistas que tive. Por ser palmeirense, isso também ajuda (risos). É uma grande alegria poder ter feito parte da história, numa geração vencedora, e ainda ser lembrado até hoje como um jogador importante.”

Por fim,César Sampaio fez uma revelação sobre qual conquista mais lhe enchia os olhos pelo Palmeiras e enalteceu uma em especial.

“Para mim, foi o Paulista de 1993. Dos títulos que conquistei, a Libertadores foi o de maior expressão, mas aquele Paulistão, por ter feito o Palmeiras sair da fila, por ter sido contra o Corinthians, foi muito especial. Demos início a um período de conquistas maravilhoso. Aquele foi o time mais prazeroso em que joguei na minha carreira. O time de 1993/94 se divertia jogando. Nós jogávamos com respeito, é claro, mas brincávamos em campo” finalizou.

 



Sou apaixonado por esportes e política. Escrever é minha paixão. A vida é muito intensa para ser editada em palavras!