Emprestado pelo Vasco, Matheus Índio fala sobre seu futuro no Estoril

Matheus Índio
Foto: Divulgação/Site Oficial do Estoril

Nesta segunda-feira, o meia-atacante Matheus Índio concedeu entrevista para o site “Globo Esporte.com” e comentou sobre o seu futuro no Estoril, de Portugal, aonde está emprestado pelo Vasco até o final do ano. O atleta diz que prefere não pensar no ano que vem, mas garante que as coisas irão acontecer naturalmente e espera manter o ritmo jogando aonde está se destacando no futebol português.

LEIA MAIS:
MERCADO DA BOLA: VASCO PRORROGA CONTRATO DE ZAGUEIRO ATÉ O FIM DE 2017
JORGINHO INICIA PREPARAÇÃO CONTRA O CRB E PODE FAZER MUDANÇAS NO VASCO
ANÁLISE: VITÓRIA CONTRA O LONDRINA DEIXA O VASCO PRÓXIMO DO RETORNO À SÉRIE A

“Tenho contrato, né? Mas prefiro pensar no presente e hoje estou muito feliz aqui. Não tenho pressa para definir meu futuro, só quero seguir jogando. As coisas vão acontecer naturalmente”, diz o jogador.

Matheus não revela mágoa como Vasco, mas lamenta por não receber uma sequência de jogos pelo clube e diz que seu futuro nunca esteve em São Januário, de acordo com a análise do jovem meia. O jogador explica que o Gigante da Colina será apenas seu clube formador e nada mais e garante, que pode fazer seu futuro no futebol europeu e quer agarrar a oportunidade.

“Não tenho mágoa alguma e nem me lamento muito. Saí do clube não estando no profissional, depois voltei já estando no profissional (Nota: Índio rescindiu contrato na Justiça em 2013 e passou por Penapolense e Santos antes de voltar, em 2015). Joguei muito pouco, então penso que o Vasco foi um clube para eu não jogar e o meu futuro nunca esteve aí”, completou o atleta.



Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com