Detroit Pistons: Proteja seu garrafão, Detroit chegou

Foto/Reprodução: Instagram @detroitpistons

Depois de sete anos, o Detroit Pistons voltou aos playoffs. Tudo bem que o time não conseguiu ganhar sequer uma partida contra os Cavaliers, mas essa volta à fase decisiva trouxe bastante ânimo para a temporada que começa já na próxima semana, dia 25. Um dos responsáveis pelo sucesso foi o pivô Andre Drummond, que teve a melhor temporada de sua carreira, sendo selecionado para o 3º time ideal da NBA.

Os Pistons, que não sentiam o cheirinho dos playoffs desde 08-09, parecem ter dado fim ao rebuild, e agora tentam se consolidar como uma das potências na Conferência Leste. Andre Drummond, 9ª escolha do draft de 2012, é o principal responsável pela campanha na última temporada, contribuindo com 16.2 pontos e 14.8 rebotes por jogo (maior marca pessoal em ambos os fundamentos), além de 66 jogos com duplo-duplos (dois dígitos em dois fundamentos) dos 81 disputados, liderando a NBA nesse quesito. Além de Drummond, Reggie Jackson é outro jogador importante nesse time. Jackson teve sua melhor temporada em pontos, com 18.8 pontos por jogo. Jackson, que era apenas um 6º homem em Oklahoma, se transferiu na temporada passada para Detroit, e se tornou importante para o time. Para tristeza da torcida, Jackson ficará de fora por no mínimo seis semanas devido a uma tendinite no joelho. O armador Ish Smith chega para assumir a posição momentaneamente. O time é praticamente o mesmo, sem nenhuma contratação de destaque, e nenhuma perda importante. O provável quinteto titular será formado por: Reggie Jackson/Ish Smith, Kentavious Caldwell-Pope, Tobias Harris, Marcus Morris e Andre Drummond.

Andre Drummond

Único all-star da equipe, Drummond vem conquistando seu espaço na liga, sendo selecionado para o 3º time ideal da NBA. Drummond lidera sua equipe em muitos quesitos, como player efficiency rank, win shares, defensive win shares, entre outros.

Segunda chance

Com 1021 rebotes ofensivos (12.4 por jogo), Detroit é o segundo time que mais pega rebotes ofensivos, atrás apenas do Oklahoma City Thunder. Desses, 395 foram de Drummond (38%). Rebotes ofensivos costumam decidir jogos, e até campeonatos (quem não se lembra daquele rebote ofensivo de Chris Bosh em 2013 contra os Spurs, seguido de uma bola de três antológica de Ray Allen?). Além de ser a segunda equipe que mais pega rebotes ofensivos, eles são os que menos cedem, com 725 (8.8 rebotes ofensivos cedidos por jogo).

Stan Van Gundy

Técnico dos Pistons desde 2014, Van Gundy é um técnico renomado na NBA. Antes de ir para Detroit, assumiu o Miami Heat entre 03-05, sendo um dos responsáveis pela montagem do time campeão de 05-06, e o Orlando Magic entre 07-12. Em Miami, ele trabalhou com Shaquille O’Neal, e em Orlando, com Dwight Howard. É inegável que Drummond tem bastante a aprender com seu treinador, e sua constante melhora pode ser fruto disso. De nove temporadas como técnico, só ficou de fora dos playoffs uma única vez, o que anima ainda mais o seu torcedor.

A expectativa é que o time termine em 5º da Conferência Leste, 9º geral. O time de fato é bom, e não sofreu nenhuma perda importante. Perder Reggie Jackson por até dois meses pode ser preocupante, mas dificilmente ficam de fora dos playoffs. Devem ficar entre 5º e 7º.