Contra o retrospecto: Santos jamais eliminou o Inter na Copa do Brasil

Santos
Foto: Ivan Storti/ Flickr oficial do Santos FC

Quando a bola rolar no Beira-Rio, nesta quarta-feira, às 19h30, o Santos estará em busca de algo que ainda não conseguiu fazer na história da Copa do Brasil: eliminar o Inter. Para isso, conta com a vantagem de ter vencido o primeiro jogo na Vila Belmiro por 2×1, o que lhe permite jogar com a vantagem do empate. Até hoje, as duas equipes se enfrentaram duas vezes no torneio, com duas classificações coloradas.

LEIA MAIS:

Reforço? Vitinho decide para o Inter, mas pai do atleta se reúne com o Flamengo

Eduardo Sasha revela que faz sacrifício para seguir jogando no Inter

O primeiro encontro entre Santos e Inter na competição foi na temporada de 1997. Na fase de oitavas de final, o Santos fez valer o fator local e ganhou o jogo de ida por 2×0 na Vila Belmiro, com gols de Robert e Macedo. No jogo de volta, muitas emoções marcaram a noite no Beira-Rio. Com dois gols do meia Arílson, o Inter devolveu os 2×0 e levou o jogo para os pênaltis, onde venceu por 3×2 e avançou.

Cinco anos depois, as duas equipes voltaram a se encontrar, mas, dessa vez, pela segunda fase da competição. Novamente, o primeiro jogo foi na Vila Belmiro e terminou com um eletrizante empate por 3×3. Odvan e Oséas, duas vezes, fizeram para o Peixe, enquanto Fabiano e Fernando Baiano, duas vezes, igualaram para o colorado. No jogo de Porto Alegre, Carlos Miguel fez o único gol do jogo e classificou o Inter.

Para manter a tradição e voltar a eliminar o Santos, o Inter só terá três titulares em campo: Danilo Fernandes, Ernando e Alex. O foco do clube é o Brasileirão e a permanência na primeira divisão, já que a ameaça do rebaixamento ainda é frequente mesmo após a importante vitória sobre o Flamengo no último domingo.

“Se ocorrer a eliminação não abalará. Queremos nos classificar. Veremos no final o que ocorrerá, mas não afetará em nada. Se ocorrer, o foco será 101% no Brasileirão. Estamos conscientes. Dará tudo certo. Daremos a vida para sairmos classificados e ter mais moral ao Gre-Nal”, projetou Danilo Fernandes.

Para o Inter, a matemática da classificação é simples. Precisa ganhar por 1×0 ou por dois gols de diferença. Se fizer 2×1, forçará a decisão nas cobranças de penalidades máximas. Quem vencer desse confronto encontrará na semifinal o ganhador de Juventude e Atlético-MG, que também jogam às 19h30 em Caxias do Sul.



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.