Contole antidoping brasileiro recebe críticas da Wada

Reprodução/Facebook Oficial da Wada

O controle antidoping do Brasil recebeu mais uma vez críticas por parte da Agência Mundial Antidopagem (Wada). A organização publicou nesta quarta-feira (19) uma auditoria feita em agências antidopagem de todo o mundo e colocou o país na lista dos que não estão em conformidade com as regras da Agência.

LEIA MAIS

CHAMPIONS LEAGUE: VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA APÓS OS JOGOS DO DIA

GIROUD, DO ARSENAL, DESAFIA IRLANDÊS MCGREGOR: ‘QUANDO QUISER!

Segundo a organização, o Brasil está ao lado de Azerbaijão, Indonésia, Grécia e Guatemala na lista dos países que estariam descumprindo as normas ditadas pela Wada na caça ao doping e teriam até o próximo dia 10 para estar de acordo com todos os pedidos feitos pela agência, que variam desde  legislações que não estão de acordo com o Código, ou uso de laboratórios não-credenciados ou problemas com seu programa de combate ao doping.

“O Comitê concluiu que as agências nacionais de controle antidoping dos seguintes países não cumpriram com o código de 2015 e, caso não estejam de acordo com as normas até 10 de novembro, a Wada irá solicitar que estes países entrem na lista de não-conformidades no Encontro dos Fundadores, que será realizado em Glasgow (Escócia), dia 19”, divulgou a Wada.

É a segunda vez em dois anos que o Brasil, que chegou a ter o laboratório responsável pelos exames (LBCD) descredenciado pouco antes dos Jogos Olímpicos do Rio 2016, entra em uma lista de nações cujos controles contra o uso de substâncias ilegais não estão de acordo com os pedidos pela agência, com o país tendo entrado em uma lista semelhante em 2015.

(Crédito da foto: Reprodução/Facebook Oficial da Wada)