Chicago Cubs massacra Los Angeles Dodgers no jogo 5 e empata a série

Com a desvantagem na série melhor de sete, o Chicago Cubs foi para cima no jogo 4 e venceu o Los Angeles Dodgers pelo expressivo placar de 10 a 2, empatando a série em 2-2 nas finais da Liga Nacional da Major League Baseball (MLB). O próximo jogo ocorrerá nesta quinta-feira (20/10), a partir das 20hs do horário de Brasília

LEIA MAIS:
CONTRA “MALDIÇÃO DO BODE”, CHICAGO CUBS TENTA ENCERRAR JEJUM DE 108 ANOS

CLEVELAND INDIANS VENCE A LIGA AMERICANA E SE CLASSIFICA PARA A WORLD SERIES

O Chicago Cubs estava em uma situação desconfortável nas finais da Liga Nacional. Perdendo por 2 jogos a 1 para o Los Angeles Dodgers e vendo seu explosivo ataque da temporada regular sofrer por não anotar corridas em dois jogos consecutivos, o time precisava de uma vitória para não ficar à beira da eliminação.

Por isso, chegou em Los Angeles para o jogo número 5 com uma nova atitude. Com seu arremessador titular John Lackey fazendo uma boa partida, cabia ao ataque finalmente produzir. E após três entradas com o placar zerado,o ataque dos Cubs finalmente acordou. Foram 4 corridas anotadas na quarta entrada, uma na quinta e impressionantes 5 na sexta. Os Dodgers até conseguiram anotar duas corridas na parte baixa da quinta entrada, mas depois foram dominados pelo bullpen dos Cubs.

Com o resultado, os dois times estão empatados na série, com duas vitórias para cada lado. Ela também obriga a realização de pelo menos um sexto jogo em Chicago no próximo sábado que poderia não acontecer caso os Dodgers vencessem os jogos de hoje e de amanhã. Quem vencer o quinto confronto, em Los Angeles, Califórnia, ficará a apenas mais um triunfo da World Series para enfrentar o Cleveland Indians, que se classificou ao vencer o Toronto Blue Jays na final da Liga Americana.

O jogo 5 acontece a partir das 22hs do horário de Brasília e terá transmissão ao vivo dos canais ESPN.



Paulistano, 27 anos, deixou a publicidade e o marketing esportivo para ingressar no jornalismo e conseguir cobrir grandes eventos esportivos. Apaixonado por esportes olímpicos e futebol americano, sonha em estar no Rio de janeiro em 2016 para cobrir os Jogos Olímpicos in loco.