Victor brilha e Atlético-MG elimina o Juventude na Copa do Brasil

Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG

Apesar da vitória no jogo da ida por 1×0 e da vantagem do empate, o Atlético-MG passou longe de ter vida fácil na noite desta quarta-feira em Caxias do Sul. Após levar um gol muito cedo e não conseguir balançar as redes do goleiro Elias que salvou o Juventude em muitas oportunidades, o Galo venceu nos pênaltis por 4×2 após duas defesas de Victor. Na próxima fase (semifinal), o adversário do Atlético será o Internacional que passou pelo Santos. A decisão dos mandos de campo acontecem amanhã, em sorteio a ser realizado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

LEIA MAIS:

CRUZEIRO X CORINTHIANS: ASSISTA AOS MELHORES MOMENTOS DA PARTIDA

EVERTON SAI DO BANCO E MARCA O GOL DA CLASSIFICAÇÃO DO GRÊMIO CONTRA O PALMEIRAS

INTERNACIONAL X SANTOS: ASSISTA AOS GOLS DA PARTIDA

JUVENTUDE X ATLÉTICO-MG: ASSISTA AOS GOLS DA PARTIDA

A partida…

O jogo não poderia começar pior para o Galo.  Escalado com 3 volantes para tentar não ser pressionado, a equipe mineira viu, aos 37 segundos, Pará cruzar para Hugo cabecear e abrir o placar para o Juventude.

Sem se encontrar no jogo, o Atlético voltou a ser pressionado ao 5’, mas Victor fez boa defesa em chute de Wanderson.

A primeira chega do Galo foi aos 11’. Após cruzamento de Carlos Cesar, Júnior Urso cabeceou e o goleiro Elias fez boa defesa. Dois minutos mais tarde foi a vez de Robinho tentar de cabeça, mas a bola passou a esquerda da goleira adversária.

Após um início quente, o Atlético-MG tomou para si as ações da partida e passou a ditar o ritmo. Apesar disso, não conseguia chegar ao ataque com a efetividade necessária.

Em uma falha de Rafael Carioca, aos 24’, Sananduva recebeu de Roberson e finalizou rasteiro para outra boa defesa de Victor.

Aos 34’, no décimo segundo cruzamento do Galo para a área, Robinho cabeceou fraco e o arqueiro juventudista defendeu tranquilamente. Um minuto mais tarde, Hugo marcou para o time gaúcho, mas o assistente Kleber Lucio Gil já havia anulado a jogada.

No último lance de perigo antes do intervalo, o goleiro do Juventude voltou a salvar o ‘Papo’ aos 43’, após finalização de Lucas Pratto de dentro da pequena área.

Para a segunda etapa, Marcelo Oliveira abriu mão dos três volantes e mandou a campo o atacante Clayton no lugar de Rafael Carioca. Aos 5’, livres na área, Robinho e o próprio Clayton se atrapalharam e desperdiçaram boa oportunidade.

Mesmo com mais atacantes em campo, o Galo viu o ‘Ju’ chegar com perigo aos 11’, quando Roberson chutou forte para mais uma boa intervenção de Victor. Três minutos mais tarde, Lucas chutou mais uma para os gaúchos, mas mandou a bola para fora. O argentino Pratto tentou outra finalização aos 22’, mas errou o alvo.

Precisando de um gol para classificar durante o tempo normal, o técnico atleticano mandou a campo o equatoriano Cazares, aos 23 minutos.

Clayton tentou de fora da área aos 31’ e finalizou alto demais. Três minutos depois, Cazares tentou, mas não acertou um cabeceio já próximo da pequena área.

Aos 43’, Sananduva finalizou e Victor salvou mais uma vez a equipe mineira. Um minuto depois, Elias operou outro milagre e salvou o Juventude em finalização de Clayton.

Com 46’, Hugo apareceu livre, mas cabeceou para fora e desperdiçou a chance do segundo gol gaúcho e mandou a decisão da vaga para os pênaltis.

Nas cobranças alternadas, vitória do Galo por 4×2. Do lado do Atlético-MG, Fábio Santos, Lucas Pratto (de cavadinha), Gabriel e Cazares fizeram os gols. Já do outro, Hugo e Sananduva marcaram, mas Wallacer e Roberson pararam em Victor.

FICHA TÉCNICA:

Local: Estádio Alfredo Jaconi – Caxias do Sul (Rio Grande do Sul);

Árbitro: Jailson Macedo Freitas.

Assistentes: Kleber Lucio Gil e Danilo Ricardo Simon Manis.

Juventude: Elias; Vidal (Vinicius), Willian Klaus, Ruan Renato e Pará; Wanderson (Vacaria), Lucas (Caprini), Sananduva, Wallacer e Roberson; Hugo. Técnico: Antônio Carlos Zago.

Atlético-MG: Victor; Patric, Leonardo Silva (Gabriel), Erazo, Fábio Santos; Rafael Carioca (Clayton), Junior Urso, Leandro Donizete, Otero (Cazares); Robinho, Pratto. Técnico: Marcelo Oliveira.



Estudante do 8º semestre de jornalismo e amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Atlético-MG e Futebol Feminino.