Após eliminação, Oswaldo promete Corinthians mais agressivo por vaga no G-6

Corinthians
Foto: Reprodução/SporTV

Além da eliminação para o Cruzeiro, após estar com a vaga em mãos, Oswaldo de Oliveira deixou o Mineirão preocupado com o poder de concentração do Corinthians. Segundo o técnico, em entrevista coletiva no pós-jogo, os alertas sofre os pontos fortes da equipe mineira foram dados. Visando o restante da temporada, o treinador garante que o poder de fogo alvinegro terá atenção especial.

LEIA MAIS
CORINTHIANS ESPERA JÔ NESTA QUINTA PARA EXAMES E ASSINATURA DO CONTRATO
ROBERTO DE ANDRADE REVELA DETALHES DA CONVERSA QUE SELOU SAÍDA DE TITE DO CORINTHIANS
ASSIM COMO GUSTAVO, ZAGUEIRO DO CORINTHIANS ETERNIZA NA PELE SUA IMAGEM COM NÚMERO DA SORTE

“Nós precisamos nos concentrar, trabalhar bastante para corrigir erros. São situações que nós alertamos, mas infelizmente não conseguimos o tempo para trabalhar com mais intensidade para tentar reparar isso”, diz Oswaldo

Projetando a reta final da temporada, Oswaldo de Oliveira promete uma equipe com mais pegada na luta pela vaga na Libertadores via G-6. “Nestes sete jogos (do Brasileiro), vamos procurar dar mais agressividade à equipe. Ainda falta um pouco disso ao Corinthians. Vamos trabalhar bastante. Vejo potencial para melhorar e vencer a maioria das partidas pela frente”, afirmou Oswaldo.

“Precisamos trabalhar bastante com intensidade para corrigirmos, porque são situações previsíveis que alertamos, mas infelizmente a gente ainda não conseguiu o tempo para trabalhar com mais intensidade, para reparar isso”, disse sobre os erros defensivos. “Claro que, na medida em que tivermos tempo, vamos procurar intensificar algumas situações para evitar o tipo de falhas que tivemos hoje”, complementou Oswaldo.

Questionado se também discordou do pênalti dado a favor do Cruzeiro, o técnico do Timão lembra que alguns lances semelhantes não são marcados no brasileiro. “Muitas vezes esse pênalti não é marcado porque é uma disputa de bola, um encontro de dois jogadores. Eles (atletas) têm mais argumentos que eu, porque estavam próximos. Ainda não vi o lance em detalhe, mas de onde eu estava pareceu uma disputa corpo a corpo”, concluiu.

Com a queda na Copa do Brasil,  o Corinthians volta as suas atenções para o Campeonato Brasil para buscar uma vaga no G-6. O próximo duelo é contra o Flamengo, no domingo, às 17h, na reabertura do Maracanã.



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.