Roger admite que Flamengo foi superior, mas ameniza derrota em “jogo decisivo”

Roger
Foto: Reprodução

O Grêmio perdeu para o Flamengo por 2 a 1 neste domingo (21) em duelo direto da parte de cima da tabela e vai terminar a rodada fora do G-4 do Campeonato Brasileiro. Em jogo marcado por reclamações dos jogadores gremistas, o técnico Roger Machado admitiu a superioridade dos cariocas, mas afirmou estar confiante quanto ao projeto, apesar do revés em Brasília.

LEIA MAIS

Maicon reclama de árbitro e protesta: “Sempre contra a gente”

“Não afeta nosso planejamento. Tem seis ou sete times que brigam pelo título. Saímos do G-4, vamos brigar para voltar. Ninguém é campeão em agosto. O ideal é estar bem próximo da liderança para lá no último momento fazer os pontos que lhe permita ser campeão”, afirmou Roger em entrevista coletiva.

“Tivemos um primeiro tempo irregular, o Flamengo mereceu a vitória pelo primeiro tempo, nos empurrou no começo do campo e gerou dificuldade nos lados. Além de se reorganizar no rebote. Em alguns momentos de lucidez, principalmente depois do gol, colocamos a bola no chão. No segundo tempo, precisava fechar o lado do campo, o Wallace (Oliveira) não fez um bom jogo, entrou o Ramiro ali e dois articuladores dentro do campo do Flamengo. Melhoramos, mas em um erro de conceito, uma tentativa de giro, demos o contra-ataque. Sabíamos que a marcação era justa do Flamengo, mas de toda forma foi um resultado ruim dentro do campeonato, mas sabemos da dificuldade de enfrentar o Flamengo”, completou.

O derrota deixa o Grêmio na quinta colocação com 35 pontos e um jogo a menos que os demais, enquanto o Flamengo pulou para a terceira posição.