Presidente do Grêmio comenta sobre futuro de Luan e Walace

Grêmio
Foto: Rodrigo Fatturi/Grêmio FBPA

Com a medalha de ouro no peito, Luan e Walace retornam ao Grêmio nesta semana e devem ser opções para Roger Machado armar a equipe para o duelo do próximo domingo, na Arena, contra o Atlético-MG. Os dois jogadores integraram e foram titulares da seleção olímpica brasileira, que, no último sábado, faturou o ouro inédito ao bater a Alemanha nos pênaltis no Maracanã.

 

Romildo Bolzan Jr, presidente do Grêmio, esteve no Rio de Janeiro assistindo ao jogo antes de viajar para Brasília, onde, na manhã seguinte, o seu time perdeu por 2×1 para o Flamengo. Em entrevista à Rádio Gaúcha, o dirigente voltou a falar sobre o futuro de Luan e Walace, que recentemente estão sendo alvos de constantes sondagens do futebol da Europa. Bolzan conta com os dois jogadores no Grêmio até o final do ano.

“Nunca vi tantos comentários sobre a possibilidade de o Luan sair. Da onde vem estes comentários, eu desconheço, quem são os clubes eu desconheço, o Grêmio não deu nenhuma autorização pra vender o Luan.  Não temos nada sobre possibilidade de venda, mas se tivermos, a venda do Luan tem que resolver os problemas do Grêmio. Se tivermos uma proposta, vamos exigir que ele vá ficar até o final do ano”, comentou o presidente do Grêmio em relação ao atacante Luan.

“Nós já tivemos sondagem em relação ao Walace, que não nos satisfez. Ela evoluiu um pouquinho, mas não chegou nos níveis que o Grêmio deseja, até por querermos contar com este jogador até o final do ano. É exatamente o mesmo nível do que queremos pelo Luan”, acrescentou.

O Espanyol, da Espanha, e o Hamburgo, da Alemanha, foram dois times que sinalizaram com o interesse no futebol do volante Walace. Já Luan chegou a ser apontado pela imprensa da Espanha como um reserva imediato para o badalado ataque do Barcelona. No entanto, o Grêmio garante que não há nenhuma proposta em andamento e eles devem seguir como opções para o técnico Roger Machado.

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.