Palmeiras volta a tropeçar contra a Ponte Preta, mas segue líder do Brasileirão

César Greco / Ag. Palmeiras

Na tarde deste domingo, o Palmeiras recebeu a visita da Ponte Preta, em jogo que foi válido pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida terminou em 2×2.

LEIA MAIS:
Pelé no Sport? Quase! Veja essa e outras curiosidades sobre o futebol nordestino
Conheça o Llanfairpwllgwyngyll F.C., o clube de futebol com o nome mais longo do mundo
Mercado da bola: Veja um resumo das negociações do Barcelona
Mercado da bola: Veja um resumo das atuais negociações do Real Madrid

Apesar do empate em casa, o Palmeiras segue isolado na liderança do Campeonato Brasileiro, já que nenhum de seus adversários poderiam lhe ultrapassar nesta rodada. O próximo adversário será o Fluminense.

O começo de jogo foi semelhante ao início de partidas em que o Palmeiras saiu vencedor: com gol nos primeiros minutos. Logo aos 15 minutos, Róger Guedes fez jogada pelo lado direito e cruzou rasteiro. Rafael Marques não desperdiçou a chance de finalizar e abrir o placar.

Algoz palmeirenses em duas oportunidades, no Allianz Parque, a Ponte Preta – que teve a primeira chance de abrir o placar – voltou a levar perigo aos 26 minutos, em chute de longe de Clayson, que assustou Jaílson.

Com um gol de vantagem, o Palmeiras controlava a partida com maior posse de bola e com troca de passes (foram 187 x 75 no primeiro tempo). A Ponte chegou a chutar mais bola ao gol, mas foi Róger Guedes, aos 40, que quase ampliou, em chute que passou sobre o travessão.

Já na segunda etapa, a Ponte Preta empatou com gol de um atacante que passou pelo clube e não deixou saudades: Wellington Paulista. O centroavante aproveitou passe e empatou aos seis minutos.

Outro ex-palmeirense, Aranha evitou um gol que já parecia certo para o Verdão, aos 11 minutos, espalmando cabeçada em cima da linha.

Aos 24, a pressão exercida pelo time alviverde resultou em gol. Após cruzamento, Tiago Martins aproveitou assistência de Rafael Marques e cabeceou para o fundo das redes.

Porém, a Macaca voltou a balançar as redes. No minuto seguinte, William Pottker recebeu lançamento em profundidade, entrou na área alviverde e chutou forte, sem chances para Jaílson. E assim terminou a partida.



Baiano, 22 anos, jornalista em formação pela Universidade Jorge Amado (UniJorge). Apaixonado por esportes em geral, de preferência basquete, tênis e futebol, este último com maior fervor. Contato: victorw10@outlook.com