Cortado da seleção, Murilo é homenageado em pódio olímpico do vôlei

Os jogadores de vôlei conquitaram neste domingo (21) a medalha de ouro com a vitória sobre a Itália por 3 sets a 0 no Maracanãzinho. A seleção levou ao pódio uma camisa de Murilo.

.

LEIA MAIS:
Jaqueline desabafa após corte de Murilo do Rio 2016: “Difícil aceitar”
Emocionado, Serginho se despede da seleção de vôlei com ouro olímpico
Veja fotos dos medalhistas brasileiros nas Olimpíadas Rio 2016
Brasil x Itália repetem final olímpica após 12 anos

O pódio olímpico tinha 12 jogadores brasileiros mas Murilo Endres não estava entre eles e declarou publicamente que tinha esperança de ser convocado para disputar os Jogos Olímpicos no Rio. Apesar disso, os atletas mostraram na cerimônia de premiação uma camiseta com o nome do jogador que foi cortado às vésperas das Olimpíadas. “Baita homenagem”, agradeceu Gustavo, irmão de Murilo.

Aos 35 anos, Murilo disputou os Jogos Olímpicos de Pequim 2008 e Londres 2012, quando o Brasil ficou com a medalha de prata. Ele também participou do grupo que conquistou o Mundial de 2006 e Copa do Mundo de 2007, ambos no Japão, e outro Mundial, na Itália em 2010. Além disso, ele esteve em seis dos nove títulos da Liga Mundial (Roma 2004, Belgrado 2005, Moscou 2006, Katowice 2007, Belgrado 2009 e Córdoba 2010).

“Durante quatro anos a gente chegava em finais e não conseguia. É legal estar numa decisão, mas todo mundo esperava uma medalha de ouro e ela veio logo agora em uma Olimpíada. A felicidade é imensa, poder ver o sorriso estampado no rosto da minha família e dos meus amigos também não tem preço, porque são eles que estão comigo nos momentos difíceis. Não há nada que pague”, comemorou Lucarelli.

Brasil conquistou a medalha de ouro no vôlei pela terceira vez na história após vencer em Barcelona 1992 e Atenas 2004. Desta vez o time de Bernardinho venceu por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 28/26 e 26/24.

OS 12 CAMPEÕES OLÍMPICOS:
Levantadores – Bruninho (Sesi-SP) e William (Sada Cruzeiro)
Opostos – Wallace Souza (Funvic/Taubaté) e Evandro (Suntory/Japão)
Centrais – Lucão (Sesi-SP), Éder (Funvic/Taubaté), Maurício Souza (Brasil Kirin) e Douglas Souza (Sesi-SP)
Ponteiros – Lucarelli (Funvic/Taubaté), Lipe (Funvic/Taubaté) e Maurício Borges (Arkas Spor Izmir-TUR)
Líbero – Serginho (Sesi-SP)