McGregor fala em ‘falta de motivação’ para descartar revanche com José Aldo

Reprodução/Facebook Oficial UFC

A vitória sobre Nate Diaz na luta principal do UFC 202 devolveu a Conor McGregor um pouco da moral que tinha antes de perder a primeira luta para o americano. E, agora, o futuro do irlandês dentro do UFC ainda é incerto, com os pedidos por uma revanche com o brasileiro José Aldo aumentando na cabeça do ‘Notorious’.

LEIA MAIS

ÁUDIO DA GLOBO FALHA E FLAGRA ALEX ESCOBAR CANTANDO MÚSICA DE FAMOSO COMERCIAL; ASSISTA

OLIMPÍADAS: HERÓI DA SELEÇÃO, GOLEIRO WEVERTON DEDICA TÍTULO A FERNANDO PRASS

Na entrevista coletiva pós-luta, no entanto, o atual campeão dos penas do Ultimate desprezou a chance de enfrentar novamente o ex-campeão da categoria, de quem tirou o título no final de 2015 no UFC 194 citando ‘falta de motivação’ para lutar contra Aldo.

“Nós iríamos lutar (no UFC 189) e ele saiu faltando pouco para a disputa, enfrentei outro cara (Chad Mendes). Depois, lutamos e durou 13 segundos. É difícil ficar motivado com isso, principalmente por causa da última performance dele (UFC 200, contra Frankie Edgar). Ele venceu por decisão e pareceu que ele não estava com tanta vontade de ir lá e vencer. Então, não sei, vamos ver. Sou o campeão e o campeão interino eu venci em 13 segundos”, provocou McGregor segundo o Uol Esporte.

E prontamente o brasileiro respondeu ao ‘Notorious’ no Twitter, o desafiando para uma luta no UFC 205, marcado para Nova York: “Cadê você, McGregor? Desça de categoria e vamos lutar no UFC 202 ou abra mão do cinturão”

(Crédito da foto: Reprodução/Facebook Oficial UFC)