Jon Jones? Daniel Cormier quer é outro rival para defender cinturão

Reprodução/Instagram

Anthony ‘Rumble’ Johnson bateu Glover Teixeira na co-luta principal do UFC 202 neste sábado (20) em Las Vegas (EUA) e se tornou assim o principal desafiante ao título dos meio-pesados da organização, hoje em mãos de Daniel Cormier. E o atual campeão também pensa em dar preferência ao rival em uma próxima luta.

LEIA MAIS

MCGREGOR FALA EM ‘FALTA DE MOTIVAÇÃO’ PARA DESCARTAR REVANCHE COM JOSÉ ALDO

UFC 202: MCGREGOR PROVOCA E PROJETA ‘TRILOGIA’ CONTRA NATE DIAZ

UFC 202: NATE DIAZ CRITICA RESULTADO, MAS SE MOSTRA ABERTO A TERCEIRA LUTA

Presente a T-Mobile Arena, local do evento desta semana, Cormier foi ‘desafiado’ por Johnson após o americano derrotar por nocaute o brasileiro no início da luta. E, após o card, disse que deixará de lado uma possível luta contra o arqui-rival Jon Jones para enfrentar ‘Rumble’.

“Algo vai acontecer. Fomos escalados quatro vezes e lutamos uma. Preciso descansar. Essa luta vai acontecer (dele contra Rumble). Esse cara merece uma chance e estou mais do que a favor de dar essa chance a ele. Te vejo em breve”, declarou no Twitter o campeão dos meio-pesados, segundo o Uol Esporte.

“Não, não irei lutar contra Jones. Irei enfrentar ‘Rumble’. Ele está aqui e merece isso”, disse Cormier em outra postagem na rede social.

Daniel Cormier deveria enfrentar Jon Jones no UFC 200, em julho, mas ‘Bones’ foi pego em exame antidoping e retirado do card, com Anderson Silva entrando em seu lugar e sendo derrotado pelo campeão dos meio-pesados, que ainda segue sem luta marcada.

(Crédito da foto: Reprodução/Instagram)