Há dez anos; Rogério Ceni se tornava o maior goleiro-artilhero do mundo

Rubens Chiri/saopaulofc.net

Neste sábado (20), os são-paulinos vibram com a lembrança do dia que Rogério Ceni se tornou o maior goleiro-artilheiro do mundo. Em jogo válido contra o Cruzeiro, no Mineirão, que terminou em empate por 2 a 2, o então goleiro do São Paulo chegou ao gol de número 64 e ultrapassou o paraguaio Chilavert.

LEIA MAIS:
“RENOVADO”, MICHEL BASTOS RECONHECE MÁ FASE E PROMETE EMPENHO CONTRA O INTER
FUTURO NO SÃO PAULO? ROGÉRIO CENI DARÁ PONTAPÉ INICIAL PARA SER TÉCNICO
MERCADO DA BOLA: DISPUTADO POR SEVILLA E LAZIO, RODRIGO CAIO ENTRA NA MIRA DO MILAN

O lance que transformou Rogério no maior goleiro-artilheiro aconteceu aos 43 minutos do jogo numa falta perigosa a favor do São Paulo. Um pouco mais longe da área do que o de costume, mas o capitão tricolor logo correu, se prontificou a cobrar e estufou as redes do goleiro Fábio.

O então camisa 1 do São Paulo rolou a bola para Souza, que a ajeitou e a deixou pronta para que o goleiro acertasse o chute de pé direito no canto esquerdo baixo de Fábio. Foi o único gol do goleiro, em toda a carreira, executado com a bola rolando.

Crédito da Foto: Daniel de Cerqueira/O Tempo/Folhapress
Crédito da Foto: Daniel de Cerqueira/O Tempo/Folhapress

De lá para cá, Rogério Ceni marcou muitos outros gols e conquistou muitos outros recordes. 131 gols marcados em 1237 jogos pelo Tricolor ao longo de mais de 25 anos de casa. Em sua página oficial no Facebook, o Tricolor prestou uma homenagem ao goleiro.


Assista ao gol que deu a marca de goleiro-artilheiro a Rogério:



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.