Fluminense vence Santa Cruz no Recife e afunda rival na degola

Henrique Dourado
Foto: Mailson Santana - Fluminense FC

O Santa Cruz recebeu o Fluminense no Arruda e mais uma vez os donos da casa decepcionaram. A equipe carioca venceu os corais pelo placar de 1 a 0. O gol foi marcado por Henrique Dourado no primeiro tempo.

Com a vitória, o Fluminense sobe para a oitava posição, com 31 pontos. O Santa Cruz segue afundado na zona de rebaixamento, permanece com 19 pontos.

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo. O Santa Cruz irá visitar o Cruzeiro no domingo, no Mineirão, às 11h. Antes, recebe o Sport na quarta, pelo jogo de ida da segunda fase da Copa Sul Americana. O Fluminense também joga no domingo. O Tricolor Carioca joga no Mané Garrincha, diante do Palmeiras, às 16h.

Mais uma vez jogando dentro dos seus domínios, o Santa Cruz não conseguiu sem impor na primeira etapa diante do Fluminense. O Tricolor carioca encaixou uma bela marcação que dificultou os donos da casa criarem situações de gol perigosas. A Cobra Coral sentia dificuldade para tentar a infiltração na área adversária. Apelou para chutes de média distância, onde a maioria saía sem direção.

As chances de gol praticamente não existiram para os dois times. Na bola parada, Henrique encheu o pé de longe e obrigou boa defesa de Tiago Cardoso. O mesmo Tiago falharia no lance quando quando Scarpa cobrou escanteio, o goleiro saiu mal do gol e a bola encontrou Rodrigo Dourado livre, que só escorou para o gol.

Mesmo com dificuldade, o Santa Cruz chegou assustar. Em contra-ataque, Pisano lançou Keno que chegaria sozinho na cara do gol, mas Wellington Silva conseguiu fazer o corte com carrinho antes da chegada do atacante. Uillian Correa em dois lances quase conseguiu o empate. Primeiro, o volante bateu de fora, e assustou Cavalieri. Depois, cabeceou com perigo para o meio da área, e Gum fez o corte antes que algum jogador coral chegasse para finalizar.
Na volta para o segundo tempo, Doriva veio com Lelê e Arthur nas vagas de Derley e Grafite. E o que poderia se transformar numa pressão, se perdeu em um emaranhado de tentativas concluídas em erros.

O Fluminense buscou apostar nos contra-ataques. No melhor deles, Gustavo Scarpa teve a chance de fazer o segundo, aos 15 minutos, mas foi displicente na tentativa de encobrir Tiago Cardoso e pegou mal.

Aos poucos a torcida foi perdendo a paciência, principalmente com Lelê. Após o apito final, os torcedores vaiaram o time, na primeira partida do técnico Doriva sob o comando do elenco pernambucano.


FICHA DO JOGO:
 
SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Léo Moura, Luan Peres, Danny Morais e Tiago Costa (Allan Vieira); Derley (Lelê), Uillian Correia, João Paulo, Pisano e Keno; Grafite (Arthur)
Técnico: Doriva
 
FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Wellington Silva (Igor Julião), Gum, Henrique e William Matheus; Douglas, Edson (Pierre) e Gustavo Scarpa; Danilinho, Wellington e Henrique Dourado (Samuel)
Técnico: Levir Culpi

Local: Arruda (Recife-PE)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Tatiane Sacilotti Camargo (Fifa-SP) e Miguel Ribeiro da Costa (SP)
Gol: Dourado (29’ do 1T, Fluminense)
Cartões amarelos: Igor Julião e Edson (Fluminense)
Público: 8.279
Renda: R$ 120.780,00.