Enquete: Quem foi o grande vilão do Rio 2016?

Foto: Divulgação

Os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro chegaram ao final neste último domingo (21) com a cerimônia de encerramento, e o Brasil terminou a competição com dezenove medalhas conquistadas, sendo sete delas de ouro. No entanto, também houve episódios que marcaram negativamente esses dias de disputas, alguns provocando até mesmo a ira da torcida brasileira e de outras nacionalidades que estavam prestigiando o evento, gerando também a realização de uma enquete de quem foi o maior vilão desta edição do Rio 2016.

LEIA MAIS:
RELEMBRE A CAMPANHA DA MEDALHA DE OURO DO BRASIL NO VÔLEI

Entre os casos, teve o assalto sofrido pelos nadadores norte-americanos, que depois descobriram ser uma falsa, arquitetada, segundo a polícia e até mesmo por seus companheiros, pelo supercampeão Ryan Lochte, segundo maior nadador da história dos Estados Unidos, atrás apenas de Michael Phelps, algo que causou a ira do mundo todo, principalmente dos brasileiros, que invadiram suas redes sociais e o chamaram de “mentiroso”.

Outro episódio teve como centro o francês Renaud Lavillenie, que ficou incomodado com as vaias dos torcedores brasileiros no momento no qual ele iria competir no salto com vara. O fato atrapalhou o atleta, que acabou ficando com a medalha de prata e o brasileiro Thiago Braz levou o ouro. Depois, em entrevista, Lavillenie ainda comparou o comportamento da torcida do Brasil com a Alemanha Nazista de Hitler, fato que o fez ser vaiado também no pódio.

Além deles, a goleira norte-americana Hope Solo polemizou ao postar em rede social, uma foto sua preparada para vir ao Rio de Janeiro contra o Zika Vírus, vestindo uma máscara e com vários repelentes. Isso repercutiu negativamente entre os torcedores brasileiros, que a vaiaram muito e ainda gritavam “zika” a cada reposição de bola da jogadora dos Estados Unidos, o qual foi eliminado ainda nas quartas de final.