Dorival banca Lucas Lima que será titular contra o Coxa

lucas lima
Reprodução/Twitter

Horas antes da cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos Rio-2016, o Santos enfrenta o Coritiba no Couto Pereira pela 21ª rodada do Brasileirão 2016. Ainda sem seu vitorioso trio olímpico que só retorna na segunda-feira, Dorival resolve colocar Lucas Lima como titular.

Leia mais:

LUCAS LIMA E NARRADOR DO ESPORTE INTERATIVO TROCAM FARPAS NO TWITTER

LUCAS LIMA DENUNCIA PÁGINA DO FACEBOOK QUE PROVOCA PALMEIRAS USANDO SEU NOME

” Lucas é o titular da equipe e passou por processo de recondicionamento por causa das lesões, teve problemas para sustentar nível de atuação. Restabelecido, é natural que volte ele e Vanderlei mesmo com ótima atuação de Vladimir. É fato natural porque não saíram por má atuação. Nada mais normal “, disse, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

lucas lima
Crédito da foto: Divulgação/Santos

Dorival está bancando a presença de Lucas Lima na equipe, isso porque seus reservas tem um rendimento superior ao dele. Os números de Vitor Bueno por exemplo, são superiores aos de Lucas Lima. Vitor Bueno jogou 20 jogos com a camisa do Peixe, marcou oito gols, é o artilheiro do time na competição e foi responsável por três assistências. Jean Mota que entrou em campo sete vezes, desses, só dois como titular, marcou um gol e fez duas assistências. Lucas Lima, atuou em dez partidas e possui um gol e uma assistência.

Vitor Bueno ainda tem mais números a seus favor e ‘contra’, Lucas Lima. No ano,o meia-atacante esteve em campo 34 vezes, marcou 11 gols e fez seis assistências. Já, Lucas Lima atuou em 29 partidas, deu o mesmo número de assistências do parceiro de equipe, seis, mas marcou apenas três gols.

Lucas Lima faz falta em qualquer equipe. Está focado, treinando muito forte. Vem de lesões que o atrapalharam, mas está focado e trabalhando forte para voltar e nos ajudar”, disse o zagueiro Gustavo Henrique em entrevista coletiva após treino no CT Rei Pelé



Formada em jornalismo pelo Mackenzie, demorei anos para perceber que dá, sim, para ir atrás dos sonhos e trabalhar com o que se gosta: o esporte. Hoje me divido entre o esporte e a política. Nunca vou me conformar com os que dizem: "É só futebol.."