Botafogo vence Sport, freia a reação do rival e se afasta da zona de rebaixamento

Botafogo
Crédito de imagem: Divulgação

Na noite deste sábado, no estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora-MG, o Botafogo venceu o Sport pelo placar de 3 a 0. Sassá marcou os dois primeiros gols e Camilo fechou a conta. As duas equipes possuem 26 pontos na tabela. O Leão é 12º e o Bota o 13º. O time pernambucano leva vantagem no número de gols marcados (30×27).

O Sport dará uma pausa na Série A. Na quarta, o time rubro negro tem o primeiro clássico contra o Santa Cruz, pela Copa Sul Americana. Pelo Brasileiro, o Leão recebe o Inter no domingo, na Ilha, às 18h30. O Botafogo só irá jogar no dia 29/08. O Alvinegro visita o Atlético PR na Arena da Baixada, às 20h.

Botafogo e Sport fizeram um primeiro tempo de bastante equilíbrio e volume de jogo. Dos pés Sassá e Neílton, vieram as chances de gols mais perigosas e inclusive, o gol do Alvinegro. Já o Leão foi mais cauteloso, priorizou a defesa, mas não abdicou de atacar.

As bolas paradas de Camilo assustaram o goleiro Magrão, mas não mais que a linda jogada de Neílton, que chutou de fora da área, a bola desviou em Renê e acertou o travessão. O time do Botafogo ainda contou com a sorte quando Paulo Roberto saiu jogando errado, Sassá roubou a bola, carregou e chutou. A bola saiu sem força, porém tocou no montinho artilheiro e enganou Magrão. O placar estava aberto.

O Sport mostrou uma boa organização dentro de campo, ocupava bem os espaços defensivos para tentar sair rapidamente no contra ataque. A tática porém só funcionou uma vez quando Rogério acertou um belo chute da entrada da grande área,  e a bola caprichosamente carimbou o travessão adversário.

Na volta para o segundo tempo, o Sport até tentou ensaiar uma reação, mas foi logo contida quando Emerson cobrou falta e Magrão espalmou. No rebote, Sassá tentou de cabeça e o goleiro novamente defendeu, na segunda tentativa, ele concluiu para o gol.

Oswaldo Oliveira até tentou dar mais poderio ofensivo com as entradas de Lênis e Ruiz nas vagas de Everton Felipe e Samuel. Lênis correspondeu mais em campo e quase marcou quando recebeu bola na área, driblou o zagueiro e chutou em cima de Sidão.

O Botafogo recuou, o que deu campo para o Sport tentar encostar no placar. A falta de pontaria dos atacantes foi o calo do time pernambucano na partida, que ainda viu a equipe carioca aumentar a vantagem com Camilo, em um chute forte da entrada da área.

FICHA DO JOGO:
 
BOTAFOGO: Sidão; Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Santos e Diogo Barbosa; Aírton (Dierson), Fernandes (Leandrinho), Rodrigo Lindoso e Camilo; Neilton e Sassá (Rodrigo Pimpão)
Técnico: Jair Ventura
 
SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ronaldo Alves e Renê (Túlio de Melo); Rithely, Paulo Roberto, Everton Felipe (Lenis) e Gabriel Xavier; Rogério e Edmílson (Ruiz) Técnico: Oswaldo de Oliveira
 
Estádio: Mário Helênio, em Juiz de Fora-MG.
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Mauricio Coelho Penna (RS)
Gols: Sassá (47’ do 1T e 7’ do 2T) e Camilo (46 do 2T) (BOT).
Cartões Amarelos: Samuel Xavier e Paulo Roberto (SPO)
Público: 4.771
Renda: R$ 64.540.00