Atleta russa da luta olímpica acusa presidente da federação de agressão; veja

presidente
Foto: Reprodução/Twitter

Inna Trazhukova perdeu a medalha de bronze na quinta-feira (18), e acusou o presidente da federação local de ter a agredido com dois tapas no rosto.

LEIA MAIS
ATLETA JAPONESA MITA NAS REDES SOCIAIS COM COMEMORAÇÃO; VEJA

Os Jogos Olímpicos Rio 2016 estão terminando, mas as polêmicas continuam. A atleta russa da luta olímpica, Inna Trazhukova, que perdeu a disputa do bronze na categoria até 63 kg na última quinta (18), acusou o presidente da federação russa de luta olímpica de agressão, segundo informações da própria atleta ao jornal local “Russia’s Sport-Express”, também divulgada pelo jornal inglês “Independent”.

Segundo a atleta, o presidente Mikhail Mamiashvili desferiu dois tapas no seu rosto, durante uma discussão após a luta pelo bronze. Segundo ela, o presidente estava bêbado, foi rude e disse palavras obscenas. A atleta prometeu acionar a justiça para resolver o caso, falou que ele “a constrangeu em público” e que não quer que outras atletas passem por isso no futuro.

Segundo o jornal, o presidente respondeu dizendo que a atleta não agiu corretamente na disputa pelo bronze, “abrindo mão da medalha”. Ele negou a agressão contra a atleta, confirmando que houve sim uma discussão mais séria, mas que o treinador da atleta é que estava nervoso e que ele procurou acalmá-lo.

O ministro dos Esportes do país, Vitaly Mutko, declarou que assim que a atleta chegar à Rússia, ele vai querer que a atleta informe sobre o que aconteceu, para ele tomar as devidas providências sobre o caso. A atleta russa foi derrotada pela polonesa Monika Ewa Michalik na disputa pelo bronze na luta olímpica.