Zezé Perrela: ‘Por menos que isso dispensei Edmundo’

Foto: reprodução Twitter do Senador Zezé Perrella

O assunto Riascos continua rendendo na Toca da Raposa. Nesta segunda-feira (18) o ex-presidente do clube Celeste e atual senador da República, Zezé Perrella comentou sobre o episódio em sua conta pessoal no Twitter.

O ex-dirigente recordou um episódio que aconteceu com o atacante Edmundo, em 2001, quando um pênalti perdido pelo ex-jogador decretou o fim da linha do “Animal” no Cruzeiro.

“Afastaria de imediato e ele (Riascos) JAMAIS voltaria a vestir a camisa do Cruzeiro”, declarou Perrella.

A passagem com Edmundo aconteceu no Brasileirão de 2001, quando a equipe mineira jogou contra o Vasco, em São Januário e perdeu pelo placar de 3 a 0. Edmundo teve a chance de descontar o placar para a equipe estrelada, mas desperdiçou a cobrança e o modo como o tiro da marca penal foi batido causou muita irritação em Zezé, a ponto de dispensar o jogador.

“Ele desrespeitou o Cruzeiro. Ele vai cuidar da carreira dele, de preferência no Vasco. Porque um jogador que não pode fazer gol no Vasco é complicado trabalhar em outra equipe”, disparou.

Riascos está afastado do clube após ter dado declarações à Rádio Itatiaia no final do jogo deste domingo (17) entre Fluminense e Cruzeiro, quando o Tricolor das Laranjeiras bateu a Raposa por 2 a 0 e equatoriano foi bem enfático em sua fala.

“Não pode tirar minha felicidade para jogar essa merda aqui”, falou.

Logo depois, o diretor de futebol, Thiago Scuro determinou que Riascos não voltasse no ônibus que levaria a delegação de volta ao aeroporto, onde pegaria voo para Belo Horizonte. O atacante pediu desculpas nas suas redes sociais, só que o caso ainda encontra-se pendente de definição.