Sobre Riascos, comentarista diz: “o que ele ganha no Brasil é muito pra ele”

Riascos
Divulgação/cruzeiro.com.br

A declaração de Riascos após a derrota do Cruzeiro contra o Fluminense ainda está rendendo opiniões. O comentarista da TV Bandeirantes, Edmundo, falou sobre o atacante no programa Terceiro Tempo. Edmundo não só opinou sobre a fala do equatoriano, como também criticou o futebol praticado pelo atleta. Confira:

LEIA MAIS: 

NETO CRITICA RIASCOS APÓS DECLARAÇÃO DO ATACANTE: “JOGADORZINHO MEIA-COLHER”

RIASCOS DETONA CRUZEIRO E É DEMITIDO: “TIRARAM A MINHA FELICIDADE PARA JOGAR NESTA M…”

RIASCOS OFENDE O CRUZEIRO E TORCIDA DO VASCO QUER VOLTA DO ATACANTE

“Ele tinha que agradecer a Deus, porque o futebolzinho dele não é pra jogar no Cruzeiro. O Cruzeiro é muito maior do que ele. Ele deu sortezinha esse ano jogando pelo Vasco porque o time do Vasco era ótimo e estava bem entrosado. Daí, ele entrou lá na frente e fez os gols”, afirmou Edmundo, relembrando a passagem de Riascos no time carioca.

Em seguida, o comentarista ressalta o bom salário que o jogador recebe do Cruzeiro e diz que no Equador (país de Riascos) seria diferente. “(Ele tem que) agradecer e levantar a mão pro céu, porque o que ele ganha aqui no Brasil é muito pra ele e pelo futebol praticado por ele. No país dele, se ele jogasse no time campeão de lá, não ia ganhar 10% do que ganha aqui”, cravou o “Animal”.

“Ele tem que ter respeito à instituição que tem uma estrutura sensacional, uma torcida fantástica e que tá passando um momento difícil. Mas esse momento vai passar e quando esse momento passar… Já era! Você (Riascos) vai ter que pegar o seu boné e jogar num time do seu nível”, concluiu Edmundo, sem ter ainda a informação de que o dirigente do Cruzeiro, Thiago Escuro, afirmou que Riascos está fora da equipe celeste.

ENTENDA A POLÊMICA

O Cruzeiro foi derrotado para o Fluminense fora de casa por 2 a 0, pela 16ª rodada do Brasileirão. A derrota realça a má fase do time celeste. Em entrevista à Rádio Itatiaia, no fim do jogo, Riascos deu entrevista polêmica, onde se mostrou imensamente chateado com a situação que vive na Raposa. Entre outras palavras, o equatoriano afirmou: “não podem tirar minha felicidade para vir jogar nesta merda aqui”.