Se cuida, São Paulo! Última derrota do Nacional em casa por dois gols de diferença foi há 15 meses

Reprodução/Facebook Oficial do Club Atlético Nacional

Adversário do São Paulo na noite desta quarta feira pela segunda partida da semi final da Copa Libertadores de América. O Nacional não perde por dois gols de diferença há 15 meses em sua casa.

LEIA MAIS: THIAGO MENDES PODE SER DE NOVO A SALVAÇÃO PARA O SÃO PAULO

Foi no dia 4 de abril de 2015 a última derrota do Atlético Nacional da Colômbia em casa. Era um sábado, e o time era comandado por Juan Carlos Osório. Em 16 minutos o Nacional já estava perdendo por três gols. Foi um verdadeiro apagão no estádio Atanasio Girardot pelo Campeonato Colombiano contra o Cortuluá. A partir deste dia o Nacional não sabe o que é perder por dois gol de diferença em casa.
Do time que entrara hoje(13) em campo contra o São Paulo pela semifinal, apenas quatro jogadores continuam no time, são eles: Farid Díaz, Jonathan Mejía, Alejandro Guerra e Jonathan Copete, contratado recentemente pelo Santos.
A equipe do São Paulo precisa de dois gols de diferença e espera que o apagão colombiano possa ocorrer nesta quarta feira a partir das 21h45m horário de Brasília. O time paulista foi derrotado semana passada no Morumbi por dois a zero e repetindo esse placar a decisão será nas cobranças de pênaltis.
Foi em 1993 a única vez que o São Paulo conseguiu reverter um placar adverso de dois gols. Foi contra o Newell’s Old Boys, que havia feito dois gols em Rosário, mas tomou quatro gols no Morumbi.
O técnico Edgardo Bauza comentou como deve ser o comportamento do São Paulo em campo. “Não temos apenas que fazer gols, isso é importante, mas a equipe tem que fazer um jogo inteligente. Vamos arriscar em alguns momentos, mas o Nacional é um adversário perigoso, principalmente quando tem a bola”



Sou pai dos gêmeos Guilherme e Rafael e marido da Sabrina. Sou arquiteto e apaixonado por esportes, quase fui tenista profissional, além de tênis o futebol também é uma paixão.