Salgueiro x Rafael Marques: confira números do jejum de ambos pelo Botafogo

Vítor Silva/SS Press/ Botafogo

O Uruguaio Juan Manuel Salgueiro finalmente marca seu primeiro gol com a camisa do Botafogo. Após 24 partidas, o meia pode contribuir com gol. Trajetória lembra a de Rafael Marques na equipe.

Leia também: Mercado da bola: veja os meias que o São Paulo poderia comprar com a grana da venda de Ganso

Neymar aceita desafio do dono do Facebook

Botafogo estipula prazo para Canales estar 100%

O jogo entre Botafogo e Flamengo neste último sábado, 16, ficou marcado pela movimentação e os primeiros gols do lateral alvinegro Diogo Barbosa e do meia Salgueiro. O uruguaio, que está na equipe desde o início do ano, chegou ao Botafogo para ser titular, mas sua regularidade caiu do carioca para o brasileirão e hoje amarga na reserva do time.

Ao entrar no “clássico da rivalidade”, teria mais alguns minutos para mostrar serviço, oportunidade que teve contra o Bragantino na semana passada, pela Copa do Brasil. Jogo em que apenas deu uma assistência para gol de Diérson, no empate em 2×2.

Salgueiro X Rafael Marques

Outro jogador com início conturbado no Glorioso, foi Rafael Marques, hoje no Palmeiras. O atacante, que jogara no Fogão entre 2012 e 2013, passou toda a temporada 2012 sem marcar gols, resultando em 17 jogos e nenhum gol. A sequência ruim só acabou no Campeonato Carioca de 2013, no jogo contra o Quissamã. Ao todo, foram 21 partidas em seguida sem marcar um gol sequer pela equipe carioca.

Salgueiro demorou um pouco mais a marcar, mas sua movimentação compensou a falta de gols. Foram 3 assistências até agora, com 478 passes certos e 40 finalizações. Sua posição, mais recuada, o ajuda a ser mais participativo, diferente de Marques.

Briga no meio

Se Salgueiro continuar a evoluir, a briga no meio de campo botafoguense deve aumentar. Além dos considerados titulares Camilo e Rodrigo Pimpão outros dois jogadores vem mostrando participação boa. Neilton, que também foi reserva contra o Flamengo, entrou e marcou, é outro que vem mostrando serviço. Nesta temporada, foram 7 gols, duas assistências, 408 passes certos e 34 finalizações.

Também na briga está Gervásio Nuñes. O argentino tem certa irregularidade no time, com altos e baixos desde o carioca. A seu favor, 4 gols, 358 passes certos e 39 finalizações. O meia ainda não tem assistência, mas vem mostrando evolução nas últimas partidas do time.

É certo que o técnico Ricardo Gomes terá a sua frente sérias dúvidas para compor o meio de campo botafoguense. A próxima partida do Glorioso será domingo, 24, contra a Chapecoense, na Arena Condá.

Para o torcedor glorioso, qual a melhor escalação do time? Deixe sua sugestão ai nos comentários!