Produtora do Faustão explica censura a Diego Hypolito: “Ficaria fora da Rio 2016”

Crédito da foto: Reprodução/ Facebook oficial Diego Hypolito

Minutos depois da primeira explicação dada por Faustão sobre uma possível censura do COB à participação de Diego Hypolito no quadro “Ding Dong”, na atração dominical da Globo, a produtora do programa entrou para dar explicações sobre o caso, e disse que, caso o atleta entrasse, ficaria de fora das Olimpíadas.

LEIA MAIS:
DIEGO HYPOLITO É PROIBIDO DE PARTICIPAR DE PROGRAMA E FAUSTÃO DETONA COB: ‘IMBECIL’

“Ele recebeu uma ligação faltando um minuto para entrar. Disse que poderia ficar de fora das Olimpíadas. Depois disso, chegou a passar mal, chorar, e ser atendido”, contou.

O ginasta participaria junto com sua irmã – Daniele Hypolito -, o ator Rafael Zulu e Neymar. Fausto Silva chamou os convidados, mas Diego não apareceu. O apresentador disse que ele já viria, o que não aconteceu.

Daniele explicou a ausência dizendo que seu irmão havia saído por compromissos com a seleção. Logo depois, e já com a brincadeira rolando, Fausto Silva veio a público falar sobre a ausência de Diego Hypolito:

“O fato de o treinador ter sido afastado por causa de uma suspeita não tem nada a ver com ele. Aí o dirigente, que deve ser um imbecil, liga para ele antes de entrar no ar e fala manda ele não participar. Ficou o Diego chorando, porque era a chance que ele tinha de receber uma homenagem. Porque a gente sabe que as condições de atletas no Brasil são ótimas, não é? Igual Alemanha, Estados Unidos. Uma decisão imbecil, que só dirigente brasileiro toma uma atitude imbecil assim. A sociedade brasileira espera uma posição de Carlos Arthur Nuzman (presidente do COB)”, finalizou.

Faustão ainda pediu que a direção da TV Globo entrasse em contato com os responsáveis para dar uma resposta sobre o acontecido. O apresentador foi aplaudido de pé pela plateia e até pelos convidados.

Segundo o portal UOL Esporte, que entrou em contato com a assessoria do COB, a resposta da entidade – a mesma dada à produção do programa – diz que: “Foi uma decisão do técnico do atleta na seleção brasileira da Confederação Brasileira de Ginástica , Marcos Goto, com a intenção de evitar tirá-lo do foco às vésperas dos Jogos Olímpicos. Vale ressaltar que o atleta não pediu autorização ao seu treinador para participar do programa. Por fim, esclarecemos que o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman, em nenhum momento foi consultado ou participou dessa decisão”.

Quando recebeu a nota, Fausto Silva leu uma parte ao vivo e explicou que, então, Nuzman não tinha nada a ver com a decisão e estava ocupado com a preparação da delegação brasileira para os Jogos Olímpicos.

Vale lembrar que o técnico Fernando de Carvalho Lopes, da seleção brasileira masculina de ginástica artística, foi afastado do cargo na última sexta-feira após ser acusado de abuso sexual. Ele comandava os treinos de Diego Hypolito.

Para substituir o ginasta no Domingão, foi chamado o comentarista Caio Ribeiro, que havia acabado de participar da transmissão do jogo entre Internacional e Palmeiras.



Paulistano, estudante de jornalismo, 19. Foi estagiário do Torcedores.com.