Presidentes de Flamengo e Cruzeiro cobram participação em assembleias da CBF

Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo (Foto: Lucas Figueiredo/Mowa Press)

Insatisfeitos por não participarem de assembleias realizadas pela CBF, os presidentes de Flamengo e Cruzeiro, respectivamente Eduardo Bandeira de Mello e Gilvan Tavares enviaram uma carta à entidade máxima cobrando acesso a estas reuniões, conforme prevê artigo.

LEIA MAIS:
Pelé no Sport? Quase! Veja essa e outras curiosidades sobre o futebol nordestino
Conheça o Llanfairpwllgwyngyll F.C., o clube de futebol com o nome mais longo do mundo
Mercado da bola: Antiga JOIA da base do Corinthians é reforço de clube da Série D
Mercado da bola: Meia campeão por Corinthians e Atlético-MG acerta com time da Série C

Mandatários de Flamengo e Cruzeiro optaram por fazer esta cobrança à CBF após reunião realizada entre todos os clubes das Séries A e B, na última semana.

O documento enviado por cruzeirenses e flamenguistas é chamado de “Carta de São Paulo” e não cobra apenas a participação dos dois clubes, mas de todas as atuais 20 principais equipes do futebol brasileiro.

Leia a carta na íntegra:

À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL
Sr. Marco Polo del Nero
Presidente

Prezado Senhor

Os clubes signatários desta carta requerem que a CBF cumpra com o disposto nos arts. 22, parágrafo segundo, e art. 22-A, da Lei 9.615, com redação feita a partir da Lei 13.155, que determinou que os clubes da Série A e B do Campeonato Brasileiro devem obrigatoriamente participar de todas assembleias gerais da CBF. Contudo, até o presente momento a CBF realizou duas assembleias de natureza administrativa sem convocar os clubes. Sendo assim, requeremos que a CBF cumpra com o disposto na Lei e convoque os clubes para todas as assembleias que realizar.



Baiano, 22 anos, jornalista em formação pela Universidade Jorge Amado (UniJorge). Apaixonado por esportes em geral, de preferência basquete, tênis e futebol, este último com maior fervor. Contato: victorw10@outlook.com