Presidente do São Paulo confirma a ida de Ganso para o Sevilla

Ganso
Crédito da foto: Divulgação/ Rubens Chiri/ saopaulofc.net

Paulo Henrique Ganso não é mais jogador do São Paulo. O meia acertou a sua ida para o Sevilla, da Espanha, de acordo com Carlos Augusto de Barros, presidente do clube, que confirmou ao SporTV a negociação. O dirigente afirmou em Medellín, onde o time se concentra para enfrentar o Atlético Nacional pela Libertadores, que entrou em acordo com os espanhóis.

LEIA MAIS

Mercado da bola: Bauza admite interesse do São Paulo em Buffarini e Caraglio

“Eu tenho a segurança de afirmar que pouca gente admirou mais o futebol dele do que eu, mas ao mesmo tempo tenho que admitir que os ciclos se encerram e novas perspectivas surgem. Ele me disse que gostaria de ir para o Sevilla, para estar num núcleo de futebol qualificado, que é o espanhol. Enfim, é uma circunstância que eu não gostaria de passar, mas é iminente”, disse Leco em entrevista ao SporTV, sem querer revelar os valores da negociação.

Ganso não viajou com o grupo para a Colômbia devido a lesão que sofreu contra o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro, e já não havia jogado a partida de ida contra o Atlético Nacional.

Segundo Leco, o meia marcou o clube em sua passagem, mesmo sem ter conquistado um título: “É um jogador extraordinário, com uma qualidade técnica invejável. Sempre se comportou muito bem e contribuiu muito para o São Paulo”.

O jogador ainda pode atuar pelo São Paulo, caso o Tricolor reverta o placar de 2 a 0 contra o Atlético Nacional e se classifique para a decisão da Copa Libertadores da América.