Opinião: São Paulo acertou ao vender Paulo Henrique Ganso

Ganso
Crédito da foto: Divulgação/ Rubens Chiri/ saopaulofc.net

O meio-campo Paulo Henrique Ganso, de 26 anos, do São Paulo, acertou sua ida para o Sevilla, clube espanhol que encaminhou uma proposta de 9 milhões de Euros para tirar o jogador da equipe do Morumbi. Os dirigentes tricolores fizeram um último esforço para manter o meia, tendo em vista que o jogador é uma peça importante no atual elenco e porque o camisa 10 foi um alto investimento em 2012, quando São Paulo comprou por R$ 20 milhões. Porém, travar a negociação para tentar convencer o jogador a ficar no time é quase inevitável. E, sim, é a hora de partir.

LEIA MAIS:
MERCADO DA BOLA: BAUZA ADMITE INTERESSE DO SÃO PAULO EM BUFFARINI E CARAGLIO

Ganso, que é da base do Santos, deslanchou no futebol na mesma época que Neymar, até então seu companheiro de equipe em 2009. Seu talento para conduzir a bola e sua inteligência para entender o jogo deram a ele o apelido de ‘Maestro’. Alguns tratavam o jogador com mais potencial que o próprio Neymar, que hoje está no Barcelona. Entretanto, as seguidas lesões fizeram com que o jogador caísse de rendimento e de produtividade, parecendo até mesmo que tinha perdido a confiança em jogar. Após muito tempo de tratamento, finalmente as lesões sumiram e desde 2014 o atleta esteve mais em campo do que no departamento médico. Em 2016, Ganso estava vindo de uma ótima temporada, sendo um dos protagonistas da equipe no campeonato, mostrando experiência e principalmente calma nos momentos de tensão. Poxa, logo agora em que ele estava finalmente voltando a ser quem era alguém quer levá-lo.

Pensando no lado do jogador, obviamente ele quer ir para a Europa e jogar em um grande clube de lá. Acredito que o aspecto financeiro não seja problema para o meia, tendo em vista que ele tem um dos salários mais altos do atual elenco. Com 26 anos, propostas de grandes equipes da Europa vão ficando mais raras e creio que se Ganso não for agora, não vai nunca mais e só sairá para mercados alternativos nos países Árabes e Asiáticos. Sevilla não é um time que bate de frente com os gigantes europeus como o Barcelona e Real Madrid, mas adota uma tática muito admirável e vai conquistando seu espaço pelas beiradas com os títulos que ninguém dá importância, afinal, não é por acaso que é a atual tri-campeão da Uefa Europa League, uma espécie de Sul-Americana na Europa. De pouco em pouco, a equipe espanhola está montando um bom elenco, ainda mais com o técnico Jorge Sampaoli. Disputará a Liga dos Campeões e está sempre ali, bem perto dos grandes.

Acredito que não há outra equipe que vá se interessar pelo meia. Sevilla é uma boa equipe, com uma boa estrutura e um bom elenco, não há motivos para não aceitar a oferta e ir para o tão sonhado futebol europeu. A venda foi concretizada e o maestro vai para espanha, resta agora o São Paulo correr atrás de um atleta com a mesma qualidade que Ganso.



Estudante de Jornalismo pela Universidade de Taubaté (UNITAU); Estagiário do Programa Bom Dia Vale (99.9FM) e apresentador do bloco de esportes; Estágio na ACOM ( Assessoria de Comunicação); Amante do esporte