Opinião: A chegada de Nico López pode transformar o Internacional

Nico López
Crédito da foto: Divulgação/Site Oficial do Nacional

Para obtermos resultados diferentes é necessário agirmos de maneira diferente. No caso do Internacional, a mudança está sendo bastante profunda, pois ela abrange desde o perfil técnico, com a mudança do treinador, até algumas posições consideradas críticas dentro do grupo de jogadores, cujo ápice se consolida com a chegada do excelente atacante Nico López.

LEIA MAIS:
TORCEDORES DO INTERNACIONAL ESTENDEM FAIXA DE PROTESTO EM AVENIDA DE PORTO ALEGRE

O que permite ao torcedor do Internacional sonhar novamente é saber que já na próxima partida, contra a Ponte Preta, retorna o excelente goleiro Danilo Fernandes, assim como o meia Seijas, jogador que espera-se muito em termos de criatividade no meio-campo. No entanto, faltava ainda um reforço à altura no ataque e a contratação do centroavante Ariel não trouxe resultados nem segurança, mostrando que ele será uma opção para bola aérea, mas não para suprir a necessidade ofensiva do time colorado. A contratação de Nico López dá ao Inter não apenas um atacante adicional, mas um jogador com a capacidade de permitir que a transformação desejada realmente possa acontecer e o Internacional faça finalmente as pazes com os gols, e com as vitórias.

Nico é um jogador como o Internacional não tem no plantel atualmente. Não apenas por seus gols, mas por sua atuação como um todo. Ele é um jogador que não se assusta na frente do goleiro, tem a calma de um veterano dentro de uma grande área lotada de defensores, e tem um elevado número de assistências, o que diferencia um bom jogador individual de quem sabe jogar com o time. Com um percentual de acerto próximo a 80% nas finalizações tem como ponto forte o contra-ataque, característica que poderá ser muito bem aproveitada ao lado de Sasha e Vitinho, eventualmente, dependendo da vontade do técnico.

Para fechar com chave de ouro, Nico tem apenas 22 anos de idade, o que nos permite acreditar que um substituto à altura de nosso grande ídolo Andrés D’alessandro. Eu acredito!