Notas: Calleri se destaca no ataque; Mena e Lugano vão mal

Getty Images

O São Paulo está eliminado da Copa Libertadores 2016, o Tricolor perdeu por 2×1 para o Atlético Nacional e acabou fora da final do torneio mais importante da América do Sul.

LEIA MAIS!

“FICO COM O SENTIMENTO DE UM DIA PODER VOLTAR”, DIZ CALLERI EM DESPEDIDA DO SÃO PAULO

O Torcedores.com acompanhou o jogo e traz para você, as notas de todos os jogadores do Tricolor. Quem foi bem? Quem foi mal? Confira abaixo:

Goleiro – Dênis – 6,0: Muito criticado desde o jogo de ida, o goleiro Dênis fez um jogo sem erros contra o Nacional, não tendo culpas nos gols da equipe colombiana e ainda fazendo algumas defesas importantes, que não mudariam o cenário do jogo.

Lateral Direito – Bruno – 6,0: Assim como Dênis, Bruno fez um jogo bem normal na Colômbia, sem ajudar muito no ataque, o lateral também não teve culpa em nenhum dos gols.

Zagueiro – Rodrigo Caio – 5,5: Sentindo muito a falta de Maicon ao seu lado, Rodrigo Caio sumiu na partida de volta, sem acertar os mesmos desarmes, o zagueiro não foi bem.

Zagueiro – Lugano – 5,0: Se Rodrigo Caio não foi bem, Lugano decepcionou ainda mais. Em fim de carreira, o uruguaio errou um bote que deu espaço para o Nacional abrir o placar. Além disso, acabou expulso nos minutos finais.

Lateral Esquerdo – Mena – 4,5: Após ter feito um bom jogo no Morumbi, Mena jogou mal demais no Atanasio Girardot, o lateral do Tricolor simplesmente errou tudo o que tentou, tendo muitas dificuldades para marcar os jogadores rápidos do Nacional.

Volante – Húdson – 5,5: Protagonista de um dos lances que deu mais reclamação na partida da última quarta-feira, Húdson também ficou no meio-termo, nem errou muito e nem acertou. Sofreu um pênalti claro, que o arbitro não marcou.

Meia – Thiago Mendes – 5,0: Assim como Mena, Thiago Mendes não teve a mesma boa partida da ida, errando muito nos passes, o volante Tricolor também não ajudou Hudson na marcação.

Meia – Wesley – 4,5: Outro jogador que é muito criticado pela torcida tricolor, Wesley novamente fez uma partida horrível. Sem nenhuma vontade de jogar, o camisa 11 do São Paulo apareceu pro jogo apenas quando reclamou ao arbitro e acabou expulso.

Meia – Michel Bastos – 6,0: O melhor jogador do meio-campo do São Paulo foi o camisa 7, Michel Bastos, apesar de não ter sido tão acionado, o jogador criou boas chances de perigo e auxiliou os atacantes.

Atacante – Centúrion – 5,5: Muito apagado do jogo, Centúrion voltou para a Libertadores, mas voltou sem estar acordado, dando muitas facilidades para a defesa do Nacional.

Atacante – Calleri – 6,5: O melhor em campo do lado tricolor, o camisa 12, Calleri, foi a principal peça do último jogo do São Paulo na Libertadores, pois foi quem deu esperança ao torcedor tricolor, marcando o único e belo gol do time paulista.

Reserva – Alan Kardec – 5,5: Mais uma vez, Kardec não ajudou o São Paulo na Libertadores 2016, com muitas limitações, o atacante do Tricolor entrou no começo da segunda etapa, mas não apareceu pro jogo.

Reserva – Luiz Araújo – 6,0: Assim como Ytalo na partida de ida, Luiz Araújo demonstrou muita força de vontade e garra, mas não conseguiu dar algo bom para o Tricolor. 6 é uma boa nota.

Reserva – Carlinhos – Sem nota

Treinador – Edgardo Bauza – 5,0: Bauza é bi-campeão de Copa Libertadores, mas a sua experiência ficou por água abaixo novamente nesse jogo. Com pouca mudança tática, o treinador viu o seu time entrar na roda do Nacional.

Foto:



Nascido em Sorocaba, acompanha futebol desde os 8 anos e é apaixonado pelo europeu. Tem simpatia pelo Argentino e também gosta muito do Brasileiro. Basquete é outra opção boa.