“Não posso ser cobrado para decidir todos os jogos”, desabafa Rodriguinho

Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

Desde a lesão de Elias, o meio-campista Rodriguinho assumiu a posto de segundo volante no time titular de Cristóvão Borges. Mesmo com cobranças da torcida para que o jogador tenha o desempenho artilheiro do início da temporada, Rodriguinho avalia que vem correspondendo bem aos pedidos do comandante.

LEIA MAIS:
MERCADO DA BOLA: EMPRÉSARIO DE MARLONE REVELA POR QUE O JOGADOR DESISTIU DO SPORT
SEM GANSO E KELVIN, TRICOLOR RELACIONA 22 JOGADORES PARA ENFRENTAR O ATLÉTICO NACIONAL
VÍDEO: MARINHO “TROLLA” REPÓRTER AO SER PERGUNTADO O QUE FALTOU PARA O VITÓRIA BALANÇAR AS REDES
OPINÃO: DEMISSÃO DE ARGEL É A PROVA DE QUE A INTOLERÂNCIA AFUNDA O FUTEBOL BRASILEIRO

Em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (12), o volante alvinegro analisou que as críticas recebidas nos últimos jogos são injustas.

— Às vezes, algumas pessoas não veem certas coisas, se não dei um passe para gol ou fiz gol, dizem que joguei mal. Estou como volante, tenho de marcar e ajudar na saída de bola. Algumas coisas vão ser da circunstância do jogo. Não posso ser cobrado para decidir todos os jogos porque não sou meia, nem atacante.

Questionado se era um desabafo, o meioa/volante alvinegro avisou que não é um atleta de ficar se importando com críticas que não lhe tragam nada de construtivo.

— Não é uma reclamação, nem um desabafo, é só uma coisa que acontece. Tento nem escutar certas coisas, tento ouvir de pessoas que venham a somar na sua vida, pessoas inteligentes. Isso que me ajuda a crescer como profissional. O resto esqueço.

Com 28 pontos, o Corinthians divide a liderança com o Palmeiras. Sem jogo no meio de semana, a equipe de Cristóvão Borges tem tempo livre para se preparar para o clássico do próximo domingo, às 16h, na Arena Corinthians.



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.