Mercado da bola: Dirigente do Vasco fala sobre situação de Riascos

Riascos
Foto: Carlos Gregório Jr/ Vasco.com.br

A possível saída de Riascos do Cruzeiro agitou a torcida do Vasco da Gama neste domingo (17). Derrotado com a Raposa por 2 a 0, pelo Fluminense, o colombiano não se conteve após a partida e acabou ofendendo o time mineiro. Irritado, o diretor de futebol do Cruzeiro, Thiago Scuro, que afirmou que o jogador está fora do clube e seu caso agora será tratado apenas pelo jurídico do clube.

LEIA MAIS:
5 JOGADORES QUE SURPREENDERAM AO MARCAR GOLS EM FINAIS
LUIS RICARDO FALA SOBRE BAIXO PÚBLICO EM JOGOS DO BOTAFOGO: “ACABOU A DESCULPA”
JORGE HENRIQUE PODE SER MELHOR APROVEITADO POR JORGINHO; VEJA COMO
VEJA COMO A TENTATIVA DE GOLPE NA TURQUIA PODE REFLETIR NO FUTEBOL
TORCEDOR PODE DETERMINAR QUANTO SEU CLUBE RECEBERÁ DA GLOBO, DIZ BLOG

Em contato com a equipe de reportagem do Esporte Interativo, o gerente de futebol Isaías Tinoco, mostrou não saber do assunto, mas também não negou uma possível chegada do atleta.

“Comigo não teve nenhum contato. É um jogador que já esteve com a gente, mas falar de ‘se’ no futebol é muito complicado”. disse o cartola.

Entenda o caso

Riascos se irritou com a derrota do Cruzeiro para o Fluminense e, após a partida, deu a seguinte declaração polêmica:

“Para mim não está normal, não estou feliz com o que está acontecendo. Tem que procurar uma solução. Não dá para tirar a minha felicidade para jogar nesta m…”, disse Riascos. O colombiano entrou no segundo tempo no lugar do estreante Ábila e não foi bem.

Nos vestiários quem se pronunciou foi o diretor de futebol do Cruzeiro, Thiago Scuro, que afirmou que o jogador está fora do clube e seu caso agora será tratado apenas pelo jurídico do clube.

“Diante desta postura do Riascos, nós não aceitamos, de forma alguma, a participação de um atleta com este posicionamento. O Riascos, a partir de agora, está fora da delegação do Cruzeiro. Passa a ser um problema administrativo e do jurídico. E desde já eu aviso que o Cruzeiro vai até o final para que ele pague da forma legal prevista, da forma mais dura possível, pelo comportamento que ele teve. Nós não vamos admitir, em hipótese alguma, que qualquer atleta tenha este tipo de comportamento com a instituição. O Cruzeiro vive um momento difícil, de reorganização, mas é só o respeito, o trabalho e a honestidade que vai nos colocar onde nós merecemos estar”, completou.

Crédito da Foto: Carlos Gregório Jr/ Vasco.com.br