Mano Menezes pede paciência da torcida em apoio a Paulo Bento

Foto: Reprodução/ Sportv

A torcida cruzeirense não está nada feliz com a atual temporada do Cruzeiro e as críticas caem principalmente sobre o treinador Paulo Bento, em pesquisa feita pelo Torcedores.com (Clique aqui), os cruzeirenses votaram em peso pela demissão do português. Entretanto não é o que pensa o ex-treinador do Cruzeiro, Mano Menezes, que no programa Bem Amigos, pediu paciência da torcida com o técnico.

LEIA MAIS NOTÍCIAS DA RAPOSA

RIASCOS DETONA CRUZEIRO E É AFASTADO: “TIRARAM A MINHA FELICIDADE PARA JOGAR NESTA M…”

CONTRA O FLU, FÁBIO CHEGA A 700 JOGOS COM A CAMISA DO CRUZEIRO; RELEMBRE

MERCADO DA BOLA 2016: CRUZEIRO TERÁ QUE CORRER PARA FECHAR COM DENILSON; VOLANTE CHEGA NESTA TERÇA AO BRASIL

Com a impaciência da torcida gerada pelo péssimo início de trabalho de Paulo Bento até então, os cruzeirenses pedem Mano Menezes de volta ao comando do Cruzeiro. O treinador teve uma ótima passagem ano passado, quando assumiu o time brigando para não cair e quase conseguiu uma vaga na Libertadores. Sabendo do desejo dos torcedores, Mano Menezes falou sobre a situação no programa Bem Amigos e apoiou Paulo Bento, dizendo que não é possível avaliar o português com apenas 2 meses de trabalho e que a torcida tem que ser mais paciente: “É relativamente normal, pela passagem pelo Cruzeiro, que foi boa, então o torcedor sempre quando as coisas não estão bem, enxerga como solução o personagem, e nós treinadores pensamos que não é isso. O torcedor pode achar. Problema nosso no Brasil é que os dirigentes também acham isso. Então não pode analisar o trabalho do treinador com dois meses como o Paulo Bento à frente do Cruzeiro. Com alterações que o Cruzeiro vem tendo, com reformulações de grupo, apostando em jovens. Você tem que ter uma boa dose de compreensão“, afirmou Mano.

O Cruzeiro está em 18º lugar no Campeonato Brasileiro e enfrenta o Spot na próxima rodada, adversário direto na briga dentro da Zona de Rebaixamento. Antes, a Raposa enfrenta o Vitória, no Mineirão, na partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil.