Lugano se considera mais importante neste ano que em 2005

Reprodução / Instagram Oficial Diego Lugano

Em 2005, São Paulo ganhou a Libertadores e Lugano sendo titular, com competência na zaga e personalidade forte, tornou-se um grande ídolo da torcida.

Já em 2016, São Paulo encontra-se numa situação complicada neste mesmo campeonato. Precisa ganhar por 2 gols de diferença e o uruguaio, em jogos mais importantes, começa no banco de reservas. Só jogará nesta quarta-feira porque Maicon foi expulso no primeiro jogo, mas lembrando que também dividi a posição com Rodrigo Caio.

LEIA MAIS: Atlético Nacional x São Paulo: Tricolor busca milagre apostando em jogadores contestados

Apesar deste contexto, Diego Lugano considera-se mais importante em 2016 do que era em 2005. Isso acontece porque o último time vencedor da Libertadores contava com craques que queriam ser vencedores e perderem o rótulo de “promessas. Já no time atual, o uruguaio foi contratado com a função de ser a identidade do clube, após a aposentadoria de Rogério Ceni.

Apesar de alguma divergência com Paulo Henrique Ganso, também líder no time, agora os jogadores seguem bem. Lugano conversa muito com os companheiros, como fez no treino da última terça-feira, dando apoio e confiança para o jogo decisivo. A missão foi de fazer o time acreditar na classificação para a final.

A semifinal entre São Paulo e Atlético Nacional será ás 21:45 (horário de Brasília) desta quarta-feira no Estádio Atanasio Girardot, em Medellin-COL.