Jon Jones foi pego com bloqueadores de estrogênio, segundo comissão atlética

Crédito da foto: Reprodução/Youtube/TMZ Sports

A Comissão Atlética do Estado de Nevada (NAC) anunciou nesta segunda-feira (18) que Jon Jones está preventivamente suspenso por ter sido pego no exame antidoping antes do UFC 200, no último dia 9. Segundo o Combate, foram constatadas duas substâncias que agem como bloqueadores de estrogênio, o hidroxiclomifeno e o Letrozole.

LEIA MAIS

Vitor Bueno pede atenção para partida contra o Gama: ‘Vão jogar a vida deles’

Rio Preto se prepara para os Jogos Regionais

Casagrande conta qual o único jogo que gostaria de ter jogado pelo Timão após aposentadoria

As duas substâncias estão na lista de proibidas pela Agência Antidopagem dos Estados Unidos (USADA) e são geralmente usadas para tentar estimular o corpo a produzir testosterona. especialmente para pessoas que não conseguem produzir o hormônio em alto número, o que causa aumento da presença de estrogênio no organismo.

O uso de tal tipo de droga já era especulado há algum tempo, especialmente desde uma entrevista dada pelo ex-lutador e ex-rival de Jones Chael Sonnen. Em um outro caso parecido, no UFC 182, ‘Bones’ teve em suas amostras coletadas um número consideravelmente baixo de testosterona.

A suspensão é de caráter provisório e a decisão sobre a pena que o ex-campeão dos meio-pesados do Ultimate terá se dará entre agosto e setembro. A previsão é de que Jon Jones fique, pelo menos, dois anos suspenso.

(Crédito da foto: Reprodução/Youtube/TMZ Sports)