Galvão Bueno detona Riascos: “desrespeitou à instituição Cruzeiro”

Foto: Reprodução/SporTV

As fortes declarações do atacante colombiano Riascos após a derrota do Cruzeiro para o Fluminense (2 a 0), no último domingo, continua rendendo muito debate na mídia esportiva. O locutor Galvão Bueno resolveu se manifestar no “Bem, Amigos”, do SporTV, na última segunda-feira, e não poupou críticas ao comportamento do colombiano.

LEIA MAIS:
Riascos detona Cruzeiro e é demitido: “Tiraram a minha felicidade para jogar nesta m…” 
Jogo do Palmeiras rende uma das melhores audiências do Brasileirão à Globo 

“Nem no ônibus ele foi embora. Foi de táxi embora, de forma muito bem feita (fez o Cruzeiro). Isso é uma falta de respeito à instituição, a tudo o que o Cruzeiro representa no futebol do Brasil. Ele não pode vir de outro país pra desrespeitar um clube que tem uma história como tem o Cruzeiro”, detonou Galvão.

“Muito bem o Paulo Bento (treinador), também, porque ele disse: ‘aprendi na minha educação que quando não se pode falar aquilo que se tem vontade de falar, que você é obrigado a dizer outras coisa para não dizer aquilo que seu coração tá mandando falar, é melhor ficar quieto. Então não vou dar opinião sobre esse assunto’. Ou seja, senão ele ia falar um monte de coisas’‘, completou.

De cabeça quente após mais um tropeço cruzeirense, Riascos deu as seguintes declarações à Rádio Itatiaia.

“Para mim não está normal, não estou feliz com o que está acontecendo. Tem que procurar uma solução. Não dá para tirar a minha felicidade para jogar nesta m…”, disse o atacante que saiu do banco de reservas no segundo tempo.

Irritado com a atitude do atleta, o diretor de futebol cruzeirense, Thiago Scuro, anunciou a sua dispensa, minutos após a partida. “Não aceitamos a participação de um atleta com esta postura. A partir de agora está fora da delegação do Cruzeiro, passa a ser um problema do jurídico do Cruzeiro. Vamos até o final para que ele pague da melhor forma pela declaração dele. Não aceitamos de jeito algum esta declaração”, afirmou o dirigente.

 



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)