Fora dos Jogos, Murilo anuncia aposentadoria da seleção brasileira

Divulgação - CBV

Cortado pelo técnico Bernardinho dos Jogos Olímpicos Rio 2016, Murilo Endres anunciou, de forma oficial, sua aposentadoria da seleção brasileira de vôlei. Emocionado, relembrou sua trajetória e admitiu ser um momento que não era o ideal para o anúncio.

LEIA MAIS

OPINIÃO: OBRIGADO, MURILO ENDRES!

“Acho que a seleção, eu já tinha falado no início do ano, acaba para mim. Não da maneira que eu gostaria, mas tudo que eu fiz aqui foi com muita intensidade, muito amor e muito orgulho. Fico feliz de ter estado tanto tempo representando meu país”, declarou, o emocionado jogador.

Experiente, o atleta de 35 anos era uma das referências do grupo de Bernardinho, e esteve nos grupos que levaram duas pratas nos Jogos de Pequim (2008) e Londres (2012), além dos títulos do Campeonato Mundial em 2006 e 2010 e a prata em 2014.

Em 2007 conquistou o Pan do Rio de Janeiro, 6 Ligas Mundiais e a medalha de ouro na Copa do Mundo de 2007 e um bronze em 2011.

“Eu tinha me programado para essas finais de Liga Mundial serem especiais. Gostaria de estar em quadra e ajudar, mas não consegui. Depois que eu recebi a notícia de não estar entre os 14, comecei a pensar só em Olimpíada. Seria uma despedida, querendo ou não. Agora, nem isso vai acontecer. Chega um momento em que acaba, e hoje se encerra um ciclo meu dentro da seleção”, desabafou.

Murilo foi cortado por diversos problemas físicos que atrapalharam sua trajetória na seleção, sendo as mais recentes, um estiramento no músculo peitoral o tirou da segunda semana da Liga Mundial e um problema na panturrilha esquerda impediu que o ponteiro estivesse entre os 14 de Bernardinho na fase final disputada na Polônia.