Em entrevista, Técnico do Uruguai desmente sofrer de doença rara

Crédito da foto: Reprodução/Instagram da Seleção Uruguaia

O técnico da seleção do Uruguai, Óscar Tabárez, foi a imprensa nesta semana para desmentir as notícias de que estaria sofrendo da Síndrome de Guillain-Barre, uma doença rara que causa problemas musculares e até paralisia.

LEIA MAIS

otafogo estipula prazo para Canales estar 100% fisicamente

Jogador turco da NBA é ameaçado de morte após críticas ao governo

Em participação no programa de TV Subrayado, do Canal 10 uruguaio, Tabárez declarou que sofre sim de uma doença (uma neuropatia) que tem prejudicado sua locomoção, mas negou que fosse a Síndrome de Guillain-Barre e afirmou que não tem maiores problemas de saúde.

“Não digo que estou muito bem, mas estou bastante bem”, declarou o treinador uruguaio segundo o Uol Esporte.

O treinador fez críticas a imprensa uruguaia pelas notícias referentes ao estado de saúde do treinador, que aumentaram após o jornal El País, através de seu site esportivo, publicar informações de que o técnico do Uruguai sofria da doença, que poderia lhe causar sua demissão da Celeste.

Óscar Tabárez negou durante a entrevista que irá se demitir da seleção uruguaia e afirmou que sente apenas algumas limitações para andar.

“É uma doença crônica. Está um pouco melhor e às vezes há certas oscilações. Deixo tudo nas mãos dos fisioterapeutas e dos médicos”, disse.

(Crédito da foto: Reprodução/Instagram da Seleção Uruguaia)