Diretor do Sevilla se diz otimista para fechar com o são-paulino Ganso

Monchi Rodriguez - diretor do Sevilla
Crédito da foto: Divulgação/Sevilla FC

O meia Paulo Henrique Ganso é, sim, desejo do Sevilla (ESP) para a próxima temporada europeia. O diretor do clube Monchi Rodriguez confirmou em entrevista coletiva nesta terça-feira (12) que ele e o atacante Franco Vázquez, do Palermo (ITA), são desejos da equipe espanhola e vê a possibilidade com otimismo.

VEJA MAIS
RELEMBRE A ÚLTIMA PARTIDA DE PH GANSO PELO SÃO PAULO
SAIBA O VALOR QUE O SANTOS PODE RECEBER PELA VENDA DO GANSO AO SEVILLA

O cartola disse que “ainda não há nada assinado” por circunstâncias “alheias” do time europeu, como, por exemplo, a participação em fundos de investimento. Ou seja, Rodriguez quer eliminar os fundos para que haja uma facilitação na negociação e assinatura de contrato da dupla.

Ganso tem o Grupo DIS como dona de parte de seus direitos federativos. “Estamos negociando com o São Paulo e o Palermo. Somos relativamente otimistas, mas tem muito para andar. São negociações complexas, não pelo tema econômico, mas por outras circunstâncias que estão retardando e são alheias ao Sevilla”, declarou o dirigente.

Enquanto Ganso e Vázquez seguem sondados, o Sevilla apresentou dois argentinos como reforços: o volante Kranevitter, emprestado pelo Atlético de Madrid (ESP), e o meio-campista Joaquín Correa, ex-Sampdoria (ITA).



Jornalista desde 2012, com passagens pelos jornais ABCD Maior e Diário do Grande ABC, além do canal NET Cidade. Atualmente como repórter colaborador no site Torcedores.com.