Mercado da bola: Diego no Flamengo? Veja o que sabemos sobre o caso

Divulgação/Fenerbahçe

Na última terça-feira, o jornalista Marcelo Barreto, apresentador do programa Seleção SporTV, disse que o meia Diego Ribas, ex-Santos, deseja vestir a camisa do Flamengo caso saísse do Fenerbahçe, da Turquia. Mas a situação não é tão fácil como parece. Os altos valores pedidos pelo jogador de 31 anos assustaram o clube carioca e também outros que chegaram a sondar sua contratação.

LEIA TAMBÉM:
Chegada de Damião pode encaminhar venda de Marcelo Cirino pela Doyen, diz jornalista
Mercado da bola 2016: Felipe Vizeu entra na mira da Lazio-ITA, diz jornal italiano

De acordo com reportagem do Lance! e também do site ESPN.com.br, Diego quer luvas de R$ 5 milhões, mais o salário, para fechar com o Rubro-Negro. Além disso, o Fenerbahçe quer uma compensação financeira para liberar o jogador, que tem contrato até junho de 2017. O clube espera receber 1,5 milhão de euros (R$ 5,5 milhões) pelo jogador. Essa última informação é exclusiva do Lance!.

Já Marcus Alves, do ESPN.com.br, informa que a postura do pai e empresário de Diego, Djair Ribas, vem afastando qualquer clube brasileiro interessado no jogador. “Ninguém no Brasil tem condição de pagar o que ganhamos no futebol europeu”, costuma repetir, citando valores que fogem da realidade do mercado nacional.

Os números apresentados ao Flamengo em consulta são semelhantes aos exigidos a outras equipes recentemente. Grêmio, Cruzeiro e outros clubes perguntaram por sua situação. Por exemplo, o Tricolor gaúcho escutou uma “pedida que superava os R$ 10 milhões por ano em salários – algo em torno de R$ 850 mil por mês”.

Aos 31 anos, Diego amarga atualmente a reserva no Fenerbahçe. Na temporada 2015-16, para se ter uma noção, o meia disputou 45 jogos e marcou apenas três gols.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.