Denílson é “zoado” por eliminação do São Paulo e deixa o Jogo Aberto de maca

Crédito da foto: Reprodução/TV Bandeirantes

Entre o debate sobre a eliminação do São Paulo o Atlético Nacional na Libertadores, Denílson foi alvo de brincadeiras e zoações da apresentadora Renata Fan. A loira abriu sua atração na TV Bandeirante no topo de uma cadeira fazendo alusão ao “fim do poço” para o comentarista e o Tricolor.

LEIA MAIS:
MERCADO DA BOLA: EMPRÉSARIO DE MARLONE REVELA POR QUE O JOGADOR DESISTIU DO SPORT
SEM GANSO E KELVIN, TRICOLOR RELACIONA 22 JOGADORES PARA ENFRENTAR O ATLÉTICO NACIONAL
VÍDEO: MARINHO “TROLLA” REPÓRTER AO SER PERGUNTADO O QUE FALTOU PARA O VITÓRIA BALANÇAR AS REDES

Renata Fan aproveitou a eliminação para devolver toda a ‘zoeira’ que sofre de Denílson devido aos maus resultados do Internacional. Enquanto o comentarista explicava o motivo da queda do time de Bauza, a loira gritava de cima que não estava ouvindo o choro do amigo. Até o boneco Jason, que fica atrás de Denílson, foi enfaixado para tirar um sarro.

Quem não perdeu a brincadeira é Ronaldo Giovanelli. O ex-goleiro do Timão invadiu o programa com várias chupetas e uma mascara do Jason para entregar a Denílson. Ao ser lembrado por Renata que o comentarista previu que o jogo seria decido nos pênaltis a favor do Tricolor, Ronaldo ironizou o amigo dizendo que ele “chegou a essa escolha depois da cachaça”.

Em meio a cara fechada de Denílson, a apresentadora não o perdoou: “Denílson, quando ganha é uma alegria, né? Perdeu, engole o choro”. Mesmo com o apoio de Ulisses, Paulo Roberto Martins e Chico Garcia, na afirmação que os erros de arbitragem custaram a eliminação, o comentarista continuou sendo alvo de zoação da apresentadora.

Após relutar entrar na brincadeira, Denílson aceitou a zoação, deixou ser enfaixado pelos colegas de programa, deitou na maca e deixou o estúdio do programa sendo carregado como se tivesse levado uma surra.

 



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.