Corte americana nega recurso contra suspensão de Tom Brady

Reprodução/Facebook Oficial New England Patriots

Tom Brady sofreu uma derrota na Justiça dos Estados Unidos nesta semana. O Segundo Circuito da Corte de Apelações do país indeferiu um recurso do quarterback do New England Patriots para julgar novamente a suspensão de quatro partidas imposta pela NFL pelo envolvimento do jogador no escândalo do ‘Deflategate’.

LEIA MAIS

Renata Fan diz que “não espera maravilhas” de Falcão no comando do Internacional

Dia Mundial do Rock: veja diversas vezes em que futebol e rock andaram juntos

Em encontro de cronistas, senador faz protesto contra CBF por faixa estendida em jogo

O recurso era uma das últimas tentativas do jogador de evitar ficar sem jogar o começo da temporada da National Football League. Apenas a tentativa de um recurso na Suprema Corte americana restaria para que Brady tivesse a chance de cancelar novamente a suspensão, segundo o site oficial da NFL.

De acordo com a imprensa especializada, os advogados do jogador do Patriots estariam considerando entrar mesmo na Suprema Corte, que teria, primeiro, que aceitar ouvir o caso antes de tomar qualquer decisão.

“Nesse momento, Brady está usando seu último cartucho e esse é quase impossível de acertar. Há poucas chances dele conseguir sucesso no momento”, declarou Gabe Feldman, diretor da Tulane Sports Law Program.

A ação do QB dos Pats, acusado pela NFL de ter acobertado a manipulação de bolas utilizadas em um jogo da liga, foi feita em conjunto com o sindicato dos jogadores (NFLPA), que emitiu um comunicado ‘lamentando a decisão’ e fazendo críticas ao comissário Roger Goddell.

(Crédito da foto: Reprodução/Facebook Oficial New England Patriots)