“Com 18 anos no futebol, eu sei quando um erro é tendencioso”, diz Lugano

Lugano
Rubens Chiri/Divulgação São Paulo

Diego Lugano deixou o gramado do estádio Atanásio Girardot. na Colômbia, expulso de campo após o árbitro interpretar que seus aplausos, após o gol de pênalti que resultou na virada do Atlético Nacional, tenha sido direcionados a decisão da arbitragem no lance. Revoltado, o zagueiro pediu para o juiz consultar o quatro árbitro para usar a TV com o objetivo de vê-lo se comunicando com outro atleta, mas não teve o pedido atendido e deixou o gramado.

LEIA MAIS:
MERCADO DA BOLA: EMPRÉSARIO DE MARLONE REVELA POR QUE O JOGADOR DESISTIU DO SPORT
SEM GANSO E KELVIN, TRICOLOR RELACIONA 22 JOGADORES PARA ENFRENTAR O ATLÉTICO NACIONAL
VÍDEO: MARINHO “TROLLA” REPÓRTER AO SER PERGUNTADO O QUE FALTOU PARA O VITÓRIA BALANÇAR AS REDES

Em entrevista na zona mista após a eliminação, o defensor uruguaio soltou o verbo pra cima do erros do trio de arbitragem. “Ele disse que eu bati palma para ele. Obviamente, que eu falei para ele consultar o quarto árbitro. Ele não pode me expulsar por achar alguma coisa. Foi uma série de decisões muito estranhas que acabou decidindo a partida de hoje”, destacou.

“Eu falei que o mínimo que ele tinha que fazer era consultar o quarto árbitro, para se orientar as expulsões. Mas isso não foi tão decisivo quanto o pênalti de Hudson. Um jogo que estava lindo, emocionante, mas é muito anormal que quatro ou cinco erros sejam apenas para um lado. Com 18 anos no futebol, eu sei quando um erro é tendencioso”, finalizou.

Com a derrota, o São Paulo deixa a Taça Libertadores na fase de semifinais e volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro. O time de Bauza volta a campo no próximo domingo (17) contra o Corinthians, às 16h, na Arena Corinthians.



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.