Calleri não joga mais pelo São Paulo e atleta se despede no vestiário

Calleri
Rubens Chiri - São Paulo FC

O São Paulo foi eliminado da Libertadores nessa quarta-feira após perder por 2 a 1 e somar no placar agregado uma desvantagem de quatro gols. Como se não bastasse a saída do clube na competição, o são-paulino se deparou com uma notícia dada por Bauza, onde o técnico afirmou que Calleri está fora do jogo contra o Corinthians e Leco completou dizendo que o argentino não joga mais pelo Tricolor.

LEIA MAIS
PRESIDENTE DO SÃO PAULO DETONA ARBITRAGEM DE CHILENO EM MEDELLÍN
SÃO PAULO DEIXA A LIBERTADORES COMO O BRASILEIRO MAIS VITORIOSO NA HISTÓRIA DO TORNEIO

Edgardo Bauza já descartou o jogador para o clássico diante do Corinthians. O técnico afirmou que a preparação para os Jogos Olímpicos limitou a presença do argentino no Tricolor.

“Não creio que jogará, porque já estará envolvido no pré-Olímpico”, lamentou Bauza. O presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva revelou um momento emocionante no vestiário, onde o jogador pediu para levar sua própria camisa como recordação.

“Muito triste, me abraçou no vestiário e me pediu se podia levar a camisa dele. Claro que eu dei. Infelizmente, o último jogo dele com a camisa do São Paulo”, disse Leco, aparentemente abatido. A despedida oficial do jogador deve acontecer quando a delegação desembarcar em São Paulo.

Jonathan Calleri jogou por cinco meses no São Paulo. Em 31 jogos com a camisa do Tricolor, o argentino balançou as redes em 16 oportunidades, sendo nove gols na Libertadores. Ele ainda deu mais três assistências.



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.