Bolzan impõe condição para vender alguém nesse ano: “Só se salvar a lavoura”

Grêmio
Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

No que depender da vontade do presidente gremista Romildo Bolzan Jr, nenhum jogador do clube sairá antes do final do ano. Sua preocupação maior é com a reposição no mesmo nível técnico, e ele entende que seria difícil trazer um jogador do mesmo nível daqueles que, por ventura, venham a sair nesta próxima janela de transferências.

LEIA MAIS:

Presidente do Grêmio revela que tentou contratar ex-meia da seleção brasileira

Novo reforço do Inter comete erro bizarro no seu primeiro toque na bola; veja

Recentemente, o atacante Luan foi apontado como um potencial reforço do Leicester City, atual campeão inglês. Representantes do clube chegaram a se reunir com o empresário do jogador, Jair Peixoto, mas a diretoria gremista garante que não recebeu nenhuma proposta.

“A grande questão das negociações é pela reposição, que entendemos que deve ser no mesmo nível técnico. Mas será muito difícil repor em alto nível se perdermos algum dos nossos jogadores nessa janela. Na Série A, a maioria dos jogadores já fez sete jogos e não pode mais trocar de clube. Na Série B, sabemos que é difícil encontrar o mesmo nível. Então não pensamos em vender ninguém, a não ser que seja para salvar a lavoura do ano”, disse Bolzan em entrevista à Bandeirantes.

Na mesma entrevista, Bolzan abordou sobre a possibilidade de novos reforços e destacou que gostaria de ter um novo meia. Ele revelou que, no início da temporada, fez uma consulta com os agentes do meia Diego Ribas, ex-Santos, que está no Fenerbahçe. Mas os valores assustaram e impediram o avanço da negociação.



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.