Bolívia descarta Maradona para ser técnico da seleção local

Foto: Divulgação/ Facebook Oficial de Diego Maradona

O nome de Diego Maradona chegou a ser ventilado nesta semana para ser um possível nome para assumir o comando da Seleção da Bolívia. Mas a Federação local (FBF) descartou a contratação do ‘El Diez’ como técnico.

LEIA MAIS

Dia Mundial do Rock: A ligação entre o Iron Maiden e o Futebol

VÍDEO: Surfista havaiano da elite mundial pega ‘jacaré’ em ondas sul-africanas

Que Fase! Após ser convocada para os Jogos Olímpicos, Cristiane renova com PSG

Em comunicado emitido nesta quarta-feira (13), a entidade disse que o argentino não faz parte do ‘perfil’ que é procurado para assumir a Seleção Boliviana, que está sem técnico desde a saída de Julio Baldivieso.

“A entidade reconhece a qualidade superlativa do ex-jogador. No entanto, ele não necessariamente coincide com o perfil profissional  e o projeto de trabalho que necessitamos atualmente para o cargo em questão”, diz a nota da FBF, segundo o Uol Esporte.

O nome de Maradona surgiu em uma entrevista do diretor financeiro da Federação, Cliver Rocha, à agência de notícias EFE, que afirmou que o dois ex-jogadores da Argentina (‘El Pibe de Oro’ e Nery Pumpido) foram oferecidos por um empresário à entidade.

“Estamos em um momento em que todo mundo se apresenta. Ontem, um empresário me ligou me oferecendo os nomes de Maradona e Pumpido estavam disponíveis e daí os nomes  viralizaram”, afirmou Rocha.

O último time de Maradona como técnico foi o Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos, de onde foi demitido em julho de 2012.

 

 

(Crédito da foto: Divulgação/ Facebook Oficial de Diego Maradona)