Em jogo polêmico, Borja faz dois e Atlético Nacional elimina São Paulo da Libertadores

Atletico Nacional x sao paulo
Crédito da foto: Reprodução / Twitter oficial da Conmebol

Em uma partida com arbitragem polêmica, o São Paulo perdeu por 2 a 1 frente ao Atlético Nacional e está fora da Libertadores 2016.

LEIA MAIS:
“NÃO É POSSÍVEL. ELE ME EMPURROU POR TRÁS”, DIZ HUDSON TRANSTORNADO COM PÊNALTI NÃO MARCADO
ATLÉTICO NACIONAL × SÃO PAULO: ASSISTA AOS GOLS DA PARTIDA

O jogo
O São Paulo teve o início que precisava após a derrota por 2 a 0 no Morumbi. Logo aos 8 minutos de jogo, Michel Bastos levou a melhor sobre o lateral Bocanegra e cruzou para Calleri cabecear para o fundo das redes de Armani. No entanto, o Atlético Nacional chegou ao empate sete minutos depois. Borja, carrasco do Tricolor na semana passada, aproveitou a hesitação de Lugano depois do lançamento de Berrío e deixou o placar agregado em 3 a 1. O São Paulo seguiu acreditando e três minutos depois Calleri esteve perto de marcar novamente, mas o seu cabeceamento parou no travessão.

Aos 26, o Tricolor criou perigo outra vez. Michel Bastos passou por Bocanegra, cruzou rasteiro para dentro da área, mas Calleri chegou atrasado ao passe. Pouco depois, foi a vez do time colombiano ameaçar a meta de Denis. Rodrigo Caio errou na saída de bola, Berrío foi mais rápido que Mena e cruzou para a área, mas Marlos Moreno chutou por cima. Já nos últimos instantes da primeira etapa, Hudson foi derrubado na área por Bocanegra, mas o árbitro Patricio Polic não marcou o pênalti.

No começo do segundo tempo, o técnico Edgardo Bauza tirou o volante Hudson para a entrada de Alan Kardec para tentar chegar ao gol, mas foi o Atlético Nacional que criou perigo com um chute cruzado de Marlos Moreno. O time colombiano esteve muito perto de fazer o segundo gol aos 15 minutos. Após jogada iniciada por Macnelly Torres, Borja driblou Denis e a bola sobrou para Berrío já perto da pequena área, mas o chute foi bloqueado em cima da linha por Bruno. Pouco depois, Marlos Moreno por pouco não completou o cruzamento da direita de Borja.

Já com Luiz Araújo e Carlinhos nos lugares de Centurión e Mena, o São Paulo pouco fez para chegar à meta de Armani. Aos 30 minutos, o time da casa avançou pela direita e Wesley desviou o cruzamento dentro da área. Patricio Polic não teve dúvidas e apontou para a marca da cal. Borja cobrou no ângulo esquerdo e fez o segundo do emblema verdolaga. Depois da cobrança, instalou-se uma enorme confusão. Primeiro, Lugano, que já havia visto um cartão amarelo pouco antes, foi expulso por reclamações. Em seguida, Wesley, o jogador mais irritado com a arbitragem, também viu o cartão vermelho direto.

Precisando apenas administrar a vantagem, o Atlético Nacional deixou o tempo passar e garantiu a primeira classificação à final da Libertadores desde 1995, a terceira participação do time na decisão. Os verdolagas aguardam agora a definição do jogo de volta entre Boca Juniors e Independiente del Valle para conhecer o seu adversário na final.

Ficha do jogo – Atlético Nacional x São Paulo

Jogo de volta da semifinal da Libertadores 2016
Quarta-feira, dia 13 de julho de 2016
Estádio Atanasio Girardot – Medellín – Colômbia
Árbitro: Patricio Polic (Chile)

Atlético Nacional
Armani; Bocanegra (Aguilar), Sánchez, Henríquez, Díaz; Pérez (Guerra), Mejia, Macnelly Torres; Marlos Moreno, Berrío e Borja.
Reservas: Martínez, Aguilar, Velasco, Arias, Guerra, Ibargüen e Rescaldini.
Técnico: Reinaldo Rueda

São Paulo
Denis; Bruno, Lugano, Rodrigo Caio; Mena (Carlinhos); Thiago Mendes, Hudson (Alan Kardec); Centurión (Luiz Araújo); Wesley, Michel Bastos e Calleri
Reservas: Léo, Carlinhos, Luiz Araújo, Artur, Alan Kardec, Ytalo e Lyanco.
Técnico: Edgardo Bauza

Gols
Atlético Nacional: Borja (15′ 1T e 33′ 2T)
São Paulo: Calleri (8′ 1T)

Cartões
Amarelos: Hudson, Centurión, Thiago Mendes, Lugano, Wesley (São Paulo); Mejia, Bocanegra (Atlético Nacional)
Vermelhos: Lugano e Wesley (São Paulo)

Crédito da foto: Reprodução / Twitter oficial da Conmebol