4 lições que o Cruzeiro tirou do jogo contra o Fluminense

Resumo das negociações
Foto: Reprodução/ Facebook oficial do Cruzeiro

Neste domingo, o Cruzeiro foi até o Rio de Janeiro enfrentar o Fluminense pela 15ª rodada do campeonato Brasileiro e conheceu mais uma derrota. O Tricolor das Laranjeiras teve um primeiro tempo superior a Raposa e venceu a partida por 2 a 0. O Torcedores.com tentou analisar o lado celeste e elencou 4 lições que a equipe pode ter tirado da partida apesar do resultado adverso.

LEIA MAIS:
APÓS POLÊMICA DECLARAÇÃO, RIASCOS SE EXPLICA EM SEU INSTAGRAM
SUPOSTA CAPA DE JORNAL CAUSA POLÊMICA COM TORCIDA DO CRUZEIRO “LAS MARIAS” DE BRASIL

1 – Riascos não dá mais

A primeira e mais importante lição de todas, um jogador que se acha acima do clube e dos companheiros não merece vestir a camisa gloriosa do Cruzeiro, equipe campeã Mundial e bi da Libertadores. Claro que o jogador estava de cabeça quente, mas deveria ter medido suas palavras.

2 – A torcida e a diretoria precisa de paciência com Bento

Paulo Bento tenta implantar um novo trabalho no Cruzeiro, muitas vezes erra, mescla o time exageradamente, poupa jogadores, mas esse não é o momento ideal para a Raposa trocar de treinador. Seria jogar fora quase 2 meses de trabalho de Bento. A culpa talvez não seja do técnico, já mandou Deivid embora, mandar Bento também poderia ser mais um erro.

3 – Rafael Sobis e Ábila precisam de tempo

A dupla recém chegada e formada precisa de tempo, ficou claro que ambos não são nenhum salvador da pátria. É verdade que juntos custaram aos cofres do clube R$ 30 milhões, mas ninguém faz milagre sozinho, é preciso tempo e entrosamento.

4 – Seguir apoiando o time

Quando o time não é um primor técnico, cabe a torcida, a massa Cruzeirense apoiar a sua equipe desesperadamente, mostrar que estão juntos nessa, que um time grande não pode fica na zona de rebaixamento e muito menos cair. Quantas vezes já não vimos um apoio assim? E a torcida do Cruzeiro tem feito isso, nos últimos jogos compareceu em grande número, foi assim contra o Vitória e contra o Atlético-PR.



Jornalista em formação. Fanático por esportes, principalmente futebol. Vivo em busca de desafios e oportunidades que a vida me proporciona.