Opinião: Torcida única é atestado de incompetência no futebol

Torcida única Palmeiras x Corinthians
Getty Images

A cada dia que se passa, as autoridades e órgãos competentes atestam a sua incompetência em gerenciar pessoas. Uma das maiores provas disso é mandar clássicos com torcida única no estado de São Paulo. Futebol não é esporte. Futebol é paixão nacional.

LEIA MAIS:
PALMEIRAS NÃO DISCUTIRÁ RENOVAÇÃO DE CUCA AGORA
ESCALAÇÃO IDEAL DO PALMEIRAS NO BRASILEIRÃO TEM JEAN COMO VOLANTE E LATERAL; CONFIRA
TORCIDA ÚNICA GERA MAIOR RENDA, MAS DIVIDE OPINIÃO DOS GRANDES CLUBES

Neste próximo domingo, teremos mais um clássico entre Palmeiras x Corinthians com torcida única. Quem perde? Você torcedor comum, pai de família e trabalhador. Infelizmente, torcedores corintianos de verdade não poderão assistir ao clássico de tamanha relevância por causa de incompetência no gerenciamento de pessoas e ações de marginais.

Para as autoridades é mais fácil acabar com um espetáculo nas arquibancadas do que investigar, julgar e punir os culpados em brigas de torcidas. Até quando vão punir você, torcedor comum, por algo que um marginal fez? Pelo menos até dia 31 de dezembro.

Vale dizer que a maioria desses últimos incidentes aconteceram fora dos estádios de futebol. Os últimos confrontos aconteceram na estação Brás, Linha 3-Vermelha do Metrô, na avenida Aniello Patrici, Guarulhos, e na praça Padre Aleixo Mafra, na zona leste de São Paulo em frente à estação São Miguel Paulista da CPTM. Resultado: 60 pessoas foram detidas, mas no final todas foram liberadas. Ficou surpreso? Eu não.  Enquanto não forem punidos de verdade isso vai se repetir seja dentro ou fora dos estádios.

Além de torcida única, os clubes estão proibidos de doar ingressos para as torcidas organizadas, levar faixas, bandeira e instrumentos musicais. Aquela mesma proibição de uso de sinalizadores, mas que por alguma mágica passam tranquilamente pela revista da Polícia Militar. Uma coisa é inegável essa decisão precisa ser repensada. Não é possível que uma minoria de marginais acabe com o direito dos torcedores de verdade.

O jogo deste próximo domingo (12/6) vale nada menos que a liderança do Campeonato Brasileiro, além disso, há todo um contexto histórico e cultural com a data em questão. Melhor para o torcedor palmeirense que poderá enfrentar o seu maior rival no Allianz Parque repleto de palestrinos – o espetáculo não será o mesmo sem a torcida rival ali presente – é estranho.

Aos poucos estão acabando com o nosso futebol. Se não é possível saber gerenciar um jogo de futebol quem dirá comandar uma nação afundada numa crise. Esta é a dura realidade do nosso país.



Caique Cobra é um jovem recém-formado em jornalismo pela FIAM FAAM que almeja atuar em uma grande empresa voltada ao mundo esportivo. Ele não esconde sua paixão em produzir conteúdo, principalmente, em seu blog pessoal. Seus textos são embasados por dentro de: análises, críticas e opiniões com um olhar meramente desmistificado.