Mercado da bola 2016: Vasco busca um novo camisa 9, mesmo com a volta de Leandrão

Leandrão
Fotos: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Mesmo com o retorno de Leandrão ao Vasco após o empréstimo ao Boavista no primeiro semestre, o Vasco segue na busca por um novo centroavante para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, conforme mostra todos os detalhes o site “Globo Esporte.com”. Na última terça-feira, o jogador foi titular pelo Cruz-Maltino diante do Joinville e marcou os dois gols na vitória, em Santa Catarina.

LEIA MAIS:
MERCADO DA BOLA 2016: VEJA O RESUMO DAS NEGOCIAÇÕES DO VASCO

Após o jogo, o centroavante Leandrão comentou sobre sua atuação diante do Joinville pela Série B do Campeonato Brasileiro, conforme mostra o site “Globo Esporte.com”. O jogador vê como um dia especial e queria realizar uma boa partida, no dia do aniversário do presidente Eurico Miranda e mostrar uma resposta para o técnico Jorginho e vira alternativa para a sequência da temporada.

“Esse momento estava guardado para mim. Um dia especial. Aniversário do presidente. Foi tudo certo, na hora certa. Temos que fazer o nosso fora de campo e esperar, que a oportunidade sempre vai aparecer. No primeiro semestre eu joguei praticamente todas as partidas do Campeonato Carioca, consegui fazer um bom Carioca, retornar e estava confiante. Queria vestir a camisa do Vasco de novo, ter oportunidade. Fico muito feliz de ajudar, mas sabemos que temos uma caminhada muito grande pela frente para voltarmos à elite do futebol brasileiro” disse Leandrão.

Desde a saída de Riascos a busca por um novo centroavante é uma das preferências da diretoria para este ano e nomes como Junior Dutra, que trabalhou com Jorginho, também aparece como alternativa. Já de acordo com o técnico Jorginho, conforme mostra o site “Globo Esporte.com”, deixa claro que acredita no trabalho do Leandrão e do Thalles e confirma que o clube segue em busca de um novo camisa 9.

“Acredito no trabalho, tanto do Thalles, quanto do Leandrão. Clube vai continuar em busca. Precisamos de um atacante. Um exemplo é que já tivemos o Pikachu suspenso, Madson machucado, tivemos que colocar o Bruno Ferreira, isso na lateral. Muitas vezes quero formar um ataque com dois jogadores de frente. É importante acreditar nesses jogadores. Foi excelente contra o Joinville”, explicou Jorginho.



Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com